Margens cirúrgicas no dermatofibrossarcoma protuberans: relato de caso e revisão da literatura

Autores

  • Eduardo R. Z. Câmara Instituto Nacional do Câncer
  • Tricie Kobylko de Toledo Hospital Universitário Gafree e Guinle
  • Otávio Alberto Kobylko de Toledo Instituto Nacional do Câncer
  • Antonio C. Eckhardt Instituto Nacional do Câncer
  • Alessandro A. B. R. Alves Instituto Nacional do Câncer
  • Marcelo S. Araújo Instituto Nacional do Câncer
  • Jadivan L. Oliveira Instituto Nacional do Câncer

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v51i2p162-165

Palavras-chave:

Dermatofibrossarcoma protuberante, Neoplasias Cutâneas, Retalho Miocutâneo, Margens Cirúrgicas

Resumo

Introdução: O dermatofibrossarcoma protuberante (DFSP) é um tumor fibrohistiocítico de origem dérmica raro, que acomete a pele, representando 1% dos sarcomas de partes moles e menos de 0,1% de todas malignidades. A principal característica deste tipo de tumor é a sua elevada taxa de recidiva local após excisão cirúrgica. Decidir a margem cirúrgica adequada para a ressecção completa é um desafio. Relato de caso: 24 anos, apresenta lesão tumoral vegetante avermelhada no ombro esquerdo, assintomática. Possui história familiar positiva de DFSP em membro inferior. O laudo histopatológico definitivo confirmou Dermatofibrossarcoma protuberans. Discussão: A característica histológica do tumor é a presença de projeções tipo tentáculos de células neoplásicas na periferia que se estendem através do tecido subcutâneo até a fáscia muscular. Certamente, o fator de maior importância para o controle local é a obtenção de margens cirúrgicas livres. A excisão através da cirurgia micrográfica de Mohs é uma ótima opção em regiões onde a excisão ampla não é desejável, como na face. A margem padrão estabelicida em grande parte da literatura é de 3 cm com ressecção até a fáscia muscular, podendo ser diminuida para 2 cm em locais em que a excisão ampla prejudique a conformação do local, como na face

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-22

Como Citar

1.
Câmara ERZ, Toledo TK de, Toledo OAK de, Eckhardt AC, Alves AABR, Araújo MS, Oliveira JL. Margens cirúrgicas no dermatofibrossarcoma protuberans: relato de caso e revisão da literatura. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 22 de novembro de 2018 [citado 3 de dezembro de 2021];51(2):162-5. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/152024

Edição

Seção

Relato de Caso
Bookmark and Share