Anemia

definição, epidemiologia, fisiopatologia, classificação e tratamento

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v52i3p239-251

Palavras-chave:

Anemia, Deficiência de Ferro, Transfusão

Resumo

Anemia é a redução da massa de hemoglobina e, portanto, da massa eritrocitária. Sua consequência é a hipóxia tecidual. A anemia é a manifestação de uma doença de base que muitas vezes está oculta. Ela afeta mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo. A anemia pode ser classificada de várias formas, mas, na prática clínica, a mais usada é de acordo com o volume corpuscular médio das hemácias. Os dois tipos mais prevalentes de anemia são a ferropriva e a decorrente da doença inflamatória. A anemia ferropriva decorre do esgotamento das reservas de ferro, na maioria das vezes, por perda crônica de sangue, por exemplo, por fluxo menstrual aumentado e sangramento por trato gastrointestinal. A anemia da doença inflamatória decorre do bloqueio do ferro no sistema reticuloendotelial, da redução da eritropoese e da menor sobrevida das hemácias. A ferritina está diminuída na anemia ferropriva e aumentada na anemia da doença inflamatória. Outros tipos mais comuns de anemia são a anemia da gestação, a secundária à insuficiência renal e a do idoso. O tratamento da anemia depende de sua causa, como a reposição de ferro ou de eritropoetina, entre outros. A transfusão de hemácias pode ser necessária nas situações mais graves, independentemente do tipo da anemia, ou em caráter periódico e perene, como na talassemia maior. Nesse artigo de revisão, discute-se a prevalência da anemia, sua classificação, fisiopatologia, os tipos mais comuns e o tratamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gil Cunha De Santis, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto. Fundação Hemocentro (HCFMRP-USP), Ribeirão Preto (SP), Brasil

Médico Hemoterapeuta.

Downloads

Publicado

2019-11-07

Como Citar

1.
De Santis GC. Anemia: definição, epidemiologia, fisiopatologia, classificação e tratamento. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 7 de novembro de 2019 [citado 10 de agosto de 2022];52(3):239-51. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/156726

Edição

Seção

Artigo de Revisão
Bookmark and Share