Determinantes sociais da saúde e prevenção secundária do câncer do colo do útero no Estado do Amazonas, Brasil

Palavras-chave: Determinantes Sociais da Saúde, Prevenção Secundária, Neoplasias do Colo do Útero

Resumo

Modelo do estudo: este foi um estudo ecológico transversal e descritivo. Objetivo do estudo: conhecer os determinantes sociais de saúde associados com a prevenção secundária do câncer do colo do útero no período de 2010 a 2014. Metodologia: a unidade amostral foi os 62 municípios do estado do Amazonas. Os dados secundários utilizados foram do Sistema de Informação do Câncer do Colo do Útero (SISCOLO), do Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Atlas de Desenvolvimento Humano do Brasil. Resultados: baixa cobertura do exame Preventivo do câncer do colo do útero para mulheres de 25 a 64 anos, sendo a faixa etária com menor adesão ao rastreio, a de 60 a 64 anos. A média de analfabetismo feminino na idade de 25 anos ou mais, no Estado, foi de 25,01%, e este indicador apresentou correlação com a baixa cobertura do exame Preventivo para o câncer do colo do útero em todos os anos. A pouca cobertura da Estratégia Saúde da Família também se associou a baixa adesão ao rastreio. Além disso, a Proporção de Municípios com Amostras Insatisfatórias dos exames citopatológicos apresentou-se acima da meta preconizada pelo Ministério da Saúde. Conclusão: estratégias de promoção da saúde voltadas a adesão ao rastreio devem considerar o nível de escolaridade das mulheres e o fortalecimento da Atenção Primária à Saúde pautada no rastreio não oportunístico; estas devem ser uma das prioridades das políticas públicas nos municípios do Estado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliana Nascimento Viana, Universidade Federal do Amazonas

Graduanda em medicina. Pesquisadora de iniciação científica do Núcleo de Atividades Integradas (NAI) da UFAM.

Rosana Pimentel Correia Moysés, Universidade Federal do Amazonas

Odontóloga. Docente do Dep. de Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da UFAM. Pesquisadora do NAI da UFAM e do grupo de Investigação em Saúde Familiar & Doença da Universidade do Minho, Portugal.

Thais Tibery Espir, Universidade Federal do Amazonas

Biomédica. Docente do Dep. de Saúde Coletiva da Faculdade de Medicina da UFAM.

Gabriela Amaral de Sousa, Universidade Federal do Amazonas

Graduanda em medicina. Pesquisadora de iniciação científica do Núcleo de Atividades Integradas (NAI) da UFAM.

José Fernando Marques Barcellos, Universidade Federal do Amazonas. Instituto de Ciências Biológicas

Biólogo. Docente. Coordenador do NAI da UFAM.

Maria da Graça Pereira Alves, Universidade do Minho. Escola de Psicologia

Docente Associada com Agregação em medicina pela Universidade do Porto. Coordenadora do grupo de Investigação em Saúde Familiar & Doença da Universidade do Minho, Portugal.

Publicado
2019-07-05
Como Citar
1.
Viana JN, Moysés RPC, Espir TT, Sousa GA, Barcellos JFM, Alves M da GP. Determinantes sociais da saúde e prevenção secundária do câncer do colo do útero no Estado do Amazonas, Brasil. Medicina (Ribeirao Preto. Online) [Internet]. 5jul.2019 [citado 15set.2019];52(2):110-2. Available from: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/159712
Seção
Artigo Original