Antígenos HLA na febre reumática

Autores

  • Eduardo A. Donadi Division of Clinical Immunology. Department of Medicine. Faculty of Medicine of Ribeirão Preto, University of São Paulo.
  • Paula P.C. Lamparelli Departamento de Clínica Médica - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • Lídia Z. Figueiredo Departamento de Clínica Médica - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • Cássia M. Paula-Santos Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP
  • Julio C. Voltarelli Division of Clinical Immunology. Department of Medicine. Faculty of Medicine of Ribeirão Preto, University of São Paulo.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v33i1p55-59

Palavras-chave:

Antígenos HLA. Febre Reumática. Coréia. Miocardite. Artrite.

Resumo

Antígenos HLA de classe I (HLA-A e HLA-B) e II (HLA-DR) foram tipificados em um grupo de 91 pacientes com as principais formas de apresentação da febre reumática, ou seja, coréia, cardite ou artrite. Desses pacientes, 33 tinham apenas coréia, 26 apenas cardite, 16 apenas artrite e 16 cardite e artrite. Os antígenos HLA foram tipificados, utilizando-se o teste de microlinfocitotoxicidade dependente de complemento. As freqüências dos antígenos HLA-B49 e HLA-DR1 estavam significantemente aumentadas nos pacientes, quando considerados como um todo, e, ainda, em todos os subgrupos estudados, excetuando-se aquele com coréia, no qual a freqüência do antígeno HLA-DR1 não estava aumentada. Esses resultados indicam que a susceptibilidade imunogenética à febre reumática pode variar de acordo com as manifestações clínicas, apresentadas pelos pacientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo A. Donadi, Division of Clinical Immunology. Department of Medicine. Faculty of Medicine of Ribeirão Preto, University of São Paulo.

Division of Clinical Immunology. Department of Medicine. Faculty of Medicine of Ribeirão Preto, University of São Paulo.

Paula P.C. Lamparelli, Departamento de Clínica Médica - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

 

Monitora. Divisão de Imunologia Clínica. Departamento de Clínica Médica - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Lídia Z. Figueiredo, Departamento de Clínica Médica - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Monitora. Divisão de Imunologia Clínica. Departamento de Clínica Médica - Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

Cássia M. Paula-Santos, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP

 

Técnica Especializada da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - FMRP/USP.

Julio C. Voltarelli, Division of Clinical Immunology. Department of Medicine. Faculty of Medicine of Ribeirão Preto, University of São Paulo.

Division of Clinical Immunology. Department of Medicine. Faculty of Medicine of Ribeirão Preto, University of São Paulo.

Downloads

Publicado

2000-03-30

Como Citar

1.
Donadi EA, Lamparelli PP, Figueiredo LZ, Paula-Santos CM, Voltarelli JC. Antígenos HLA na febre reumática. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de março de 2000 [citado 30 de junho de 2022];33(1):55-9. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/17032

Edição

Seção

Simpósio: Associação do Sistema HLA com Doenças no Brasil
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>