Avaliação de indicadores do controle da contaminação ambiental da sala de operação

um estudo piloto

Autores

  • Luciane F. Nobre Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo - EERP/USP
  • Cristina M. Galvão Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - EERP/USP
  • Kazuko U. Graziano Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo - EE/USP
  • Fabiana Corniani

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v34i2p183-193

Palavras-chave:

Monitoramento Ambiental. Infecção Hospitalar. Salas de Cirurgia.

Resumo

O controle da contaminação ambiental, na sala de operação, é uma das medidas de prevenção da infecção do sítio cirúrgico. Assim, o presente estudo teve como objetivo identificar se os padrões mínimos para o controle da contaminação ambiental estão sendo considerados pelos profissionais de saúde que atuam na unidade de Centro Cirúrgico. A investigação foi desenvolvida em um hospital geral, público; a coleta de dados realizou-se através de observação das cirurgias, utilizando instrumentos previamente elaborados, na especialidade de ginecologia e obstetrícia, no mês de janeiro de 2000, perfazendo um total de 23 procedimentos anestésicocirúrgicos observados. Realizamos uma análise descritiva e matemático-estatística, utilizando freqüência absoluta e porcentagem. Ao analisarmos o conjunto de itens do Padrão 1, que retrata a limpeza e montagem da sala de operação, e do Padrão 2, relativo aos princípios de assepsia cirúrgica, constatamos que a maioria dos procedimentos foi realizada pelos profissionais que atuavam na unidade, da forma preconizada pela literatura, entretanto, alguns itens avaliados evidenciaram a necessidade de reavaliação das práticas desenvolvidas pela equipe de saúde em relação ao controle da contaminação ambiental, bem como a atualização sobre os avanços técnico-científicos para o controle da infecção do sítio cirúrgico.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Luciane F. Nobre, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo - EERP/USP

     

    Enfermeira. Aluna do Curso de Especialização em Enfermagem Clínico-Cirúrgica da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (EERP-USP)

     

  • Cristina M. Galvão, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - EERP/USP

     

    Docente da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo - EERP/USP. 

     

  • Kazuko U. Graziano, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo - EE/USP

     

    Docente da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo - EE/USP

  • Fabiana Corniani

    Enfermeira

Downloads

Publicado

2001-06-30

Edição

Seção

Artigo Original

Como Citar

1.
Nobre LF, Galvão CM, Graziano KU, Corniani F. Avaliação de indicadores do controle da contaminação ambiental da sala de operação: um estudo piloto. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30º de junho de 2001 [citado 17º de julho de 2024];34(2):183-9. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/1726