Análise dos motivos de internação hospitalar de idosos no extremo norte do Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.rmrp.2022.178718

Palavras-chave:

Epidemiologia Descritiva, Internação Hospitalar, Idosos, Morbidade

Resumo

Objetivo: caracterizar os motivos de internação hospitalar de idosos de 2015 até 2019 em Roraima, Brasil. Métodos: estudo epidemiológico descritivo, sob análise temporal de dados do Sistema de Informações Hospitalares referentes às hospitalizações de idosos. Foram avaliadas faixas etárias, período de internação, sexo, taxas de internações, diagnósticos e variações no ranking das causas das mesmas. Resultados: foram registradas 23.844 internações em idosos no Estado. As doenças dos aparelhos circulatório, respiratório e digestório representaram os principais grupos associados às internações (44,2% do total). Houve predomínio da população masculina nas internações e a população com 80 anos ou mais registrou as maiores porcentagens. Pneumonia, diabetes mellitus, insuficiência cardíaca e internação para realização de exames e investigação foram os diagnósticos com maiores colocações no ranking de causas específicas. Conclusão: Observa-se predomínio de homens idosos nas internações, além de maior porcentagem de internações dos muitos idosos (acima de 80 anos).

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

Loyola Filho AI, Matos DV, Giatti L, Afradique ME, Peixoto SV, Lima-Costa MF. Causas de internações hospitalares entre idosos brasileiros no âmbito do Sistema Único de Saúde. Epidemiologia e Serviços de Saúde. 2004 out/dez;13(4):229-238.

Melo LA, Ferreira LM, Santos MM, Lima KC. Fatores socioeconômicos, demográficos e regionais associados ao envelhecimento populacional. Rev Bras Geriatr Gerontol 2017;20(4):494-502.

Rodrigues MM, Alvarez AM, Rauch KC. Tendências das internações e da mortalidade de idosos por condições sensíveis à atenção primária. Rev Bras Epidemiol 2019;22:e190010. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1980-549720190010

Barbosa TC, Moro JS, Junior JN, Yanes CY, Ribeiro ER. Causas de internações hospitalares em idosos por regiões do Brasil: série histórica de 10 anos. Rev Saúde Públ Paraná 2019 Jul;2(Suppl 1):70-81.

Ribeiro PC. A psicologia frente aos desafios do envelhecimento populacional. Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia 2015 dez;8(2):269-283.

Silva JB, Pedreira LC, Santos JL, Barros CS, David RA. Perfil clínico de longevos em uma unidade de terapia intensiva. Acta Paul Enferm. 2018;31(1):39-45.

Medeiros KK, Pinto Júnior EP, Bousquat A, Medina MG. O desafio da integralidade no cuidado ao idoso, no âmbito da Atenção Primária à Saúde. Saúde Debate 2017 set;41(3):288-295.

Medeiros KK, Coura AS, Ferreira RT. O aumento do contingente populacional de idosos no Brasil e a Atenção Primária à Saúde: uma revisão de literatura. Arq Cienc Saúde UNIPAR 2017 set/dez;21(3):201-207.

Teixeira JJ, Bastos GC, Souza AC. Perfil de internação de idosos. Rev Soc Bras Clin Med 2017 jan/mar;15(1); 15-20.

Rossetto C, Soares JV, Brandao ML, Rosa NG, Rosset I. Causas de internação hospitalar e óbito em idosos brasileiros entre 2005 e 2015. Rev Gaúcha Enferm. 2019;40:e20190201. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1983-1447.2019.20190201

Brasil. Ministério da Saúde. DATASUS. Disponível em: http://www2.datasus.gov.br/DATASUS/index.php (Citado em 2020 Mai 24).

Brasil. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Projeção da População do Brasil e das Unidades da Federação [Internet]. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/apps/populacao/projecao/index.html (Citado 2020 Mai 24).

Dantas IC, Pinto JEP, Medeiros KKAS, Souza EA. Perfil de morbimortalidade e os desafios para a atenção domiciliar do idoso brasileiro. Kairós Gerontol. 2017;20(1):93-108.

Araújo JD. Polarização epidemiológica no Brasil. Epidemiol. Serv. Saúde [Internet]. 2012 Dez [citado 2020 Jun 16];21(4):533-538. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742012000400002

Michelin L, Weber FM, Scolari BW, Menezes BK, Gullo MC. Mortalidade e custos da pneumonia pneumocócica em adultos: um estudo transversal. J Bras Pneumol 2019;45(6):e20180374. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1806-3713/e20180374

Bordon JM, Fernandez-Botran R, Wiemken TL, Peyrani P, Uriarte SM, Arnold FW, et al. Bacteremic pneumococcal pneumonia: clinical outcomes and preliminary results of inflammatory response. Infection. 2015;43(6):729-38.

Cillóniz C, Torres A, Manzardo C, Gabarrus A, Ambrosioni J, Salazar A, et al. Community-acquired pneumococcal pneumonia in virologically suppressed HIV-infected adult patients. Chest. 2017;152(2):295-303.

Garrouste-Orgeas M, Azoulay E, Ruckly S, Schwebel C. Diabetes was the only comorbidity condition of invasive pneumococcal infection in ICU patients: a multicenter observational study from the Outcomerea research group. Infection. 2018;46(5):669-77.

Pan American Health Organization (US). Core indicators: health situation in the Americas: 2016. Washington, D.C.: PAHO, OMS; 2016 (Citado 2020 Jun 11).

Hirakawa TH, Costa WC, Nakahima F, Ferreira AIC, Ribeiro LB, Ticianeli JG et al. Conhecimento dos pacientes diabéticos usuários do Sistema Único de Saúde acerca da retinopatia diabética. Rev. bras. oftalmol. [Internet]. 2019 [citado 2020 Jun 16];78(2):107-111. Disponível em: https://doi.org/10.5935/0034-7280.20180106

Jobim EF, Souza VO, Cabrera MA. Causas de hospitalização de idosos em dois hospitais gerais pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Acta Scientiarum Health Sciences [Internet]. 2010 [citado 2020 Jun 17];32(1):79-83. Disponível em: https://www.researchgate.net/deref/http%3A%2F%2Fdx.doi.org%2F10.4025%2Factascihealthsci.v32i1.5631

Silveira RE, Santos AS, Sousa MC, Monteiro TS. Gastos relacionados a hospitalizações de idosos no Brasil: perspectivas de uma década. Einstein 2013;11(4): 514-520.

Souza CS, Bandeira LL, Naspolini MM, Aguiar MC, Marcolla V, Souza Neto JD. Análise das taxas de internação e de mortalidade por agressão em pacientes com mais de 60 anos. Rev Soc Bras Clin Med 2018 abr/jun;16(2):89-93.

Santos VC, Anjos KF, Boery RN, Moreira RM, Cruz DP, Boery EN. Internação e mortalidade hospitalar de idosos por transtornos mentais e comportamentais no Brasil, 2008-2014. Epidemiol Serv Saude 2017 jan/mar;26(1):39-49.

Marques AP, Montilla DE, Almeida WS, Andrade CL. Internação de idosos por condições sensíveis à atenção primária à saúde. Rev Saúde Pública 2014;48(5): 817-826.

Publicado

2022-05-04

Edição

Seção

Artigo Original

Como Citar

1.
Macedo Júnior AM de, Macedo JPS de, Cardoso TIA, Moraga LMVM, Lima GM, Nogami ASA. Análise dos motivos de internação hospitalar de idosos no extremo norte do Brasil. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 4º de maio de 2022 [citado 17º de abril de 2024];55(1):e-178718. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/178718