Imagem corporal em mulheres idosas e fatores associados (comorbidades, socioeconômicos, atividade física e a função sexual)

Autores

  • Juliana Cordeiro Carvalho Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas. Programa de Pós-Graduação em Gerontologia. Campinas, (SP), Brasil https://orcid.org/0000-0002-4949-5046
  • Rogério Dubosselard Zimmermann Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Centro de Ciências de Saúde. Programa de Pós-Graduação em Gerontologia. Recife, (PE), Brasil https://orcid.org/0000-0002-9864-5805
  • Maria da Conceição Lafayette de Almeida Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Centro de Ciências de Saúde. Programa de Pós-Graduação em Gerontologia. Recife, (PE), Brasil https://orcid.org/0000-0003-3750-677X
  • Monique de Freitas Gonçalves Lima Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Centro de Ciências de Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Recife, (PE), Brasil https://orcid.org/0000-0002-5805-6205

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.rmrp.2022.179823

Palavras-chave:

Idosas, Imagem corporal, Fatores associados

Resumo

O objetivo da pesquisa foi avaliar a imagem corporal em mulheres idosas e seus fatores associados. Trata-se de um estudo observacional-descritivo, quantitativo de corte transversal. Foram avaliadas 110 idosas cadastradas nos cursos de línguas pela Universidade Aberta da Terceira Idade (UNATI) inserida na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), no município do Recife-PE. Foram analisados: a imagem corporal, o nível de atividade física, a função e satisfação sexual, condições sociodemográficas e clínicas. Verificou-se que a hipertensão arterial e com quem reside estavam relacionadas com a imagem corporal. Já fatores socioeconômicos, a função sexual e o nível de atividade física não obtiveram relação com a imagem corporal. Percebeu-se também que 68 (61,8%) idosas desejavam ter um corpo mais magro, corroborando com grande parte da literatura e reafirmando a ideia de que o corpo da mulher idosa ainda é muito criticado diante da sociedade. Concluiu-se que a imagem corporal consegue ter influência perante quem reside e com comorbidades como a pressão alta, além disso, comprova que o corpo da mulher idosa, infelizmente, ainda desagrada grande parte das mulheres, podendo assim, influenciar sua autoestima, imagem corporal e afetando, consequentemente, a qualidade de vida das mesmas.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Juliana Cordeiro Carvalho, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas. Programa de Pós-Graduação em Gerontologia. Campinas, (SP), Brasil

    Mestra

  • Rogério Dubosselard Zimmermann, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Centro de Ciências de Saúde. Programa de Pós-Graduação em Gerontologia. Recife, (PE), Brasil

    Doutor

  • Maria da Conceição Lafayette de Almeida, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Centro de Ciências de Saúde. Programa de Pós-Graduação em Gerontologia. Recife, (PE), Brasil

    Doutora

  • Monique de Freitas Gonçalves Lima, Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Centro de Ciências de Saúde. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Recife, (PE), Brasil

    Mestre

Referências

Ponte MKC, Cunha FMAM. Nível de atividade física na população idosa e seus benefícios: uma revisão integrativa. Sanare (Sobral). 2015;12(1):71-7.

Santos FH, Andrade VM, Bueno OFA. Envelhecimento: um processo multifatorial. Psicologia em Estudo [periódico na internet] Maringá Jan/Mar 2009 [acesso em 12 July 2014];14(1):3-10. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pe/v14n1/a02v14n1.pdf

Benedetti, T.R.B.; Petroski, E.L.; Gonçalves, T. Exercícios físicos, autoimagem e auto-estima em idosos asilados. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano, Florianópolis, v.5, n.2, p.69-74, 2003.

Machado DC, Sudo N, Pinto AHG. Imagem corporal de idosas que residem em uma instituição de longa permanência de Porto Alegre-RS. CERES 2010; 5(3):139-148.

Rocha MP, Viebig RF, Latterza AR. Imagem corporal em idosos: influências dos hábitos alimentares e da prática de atividade física. Lecturas, Educación Física y Deportes, Revista Digital 2012; 15(166).

Fermino RC, Pezzini MR, Reis RS. Motivos para prática de atividade física e imagem corporal em frequentadores de academia. Rev Bras Med Esporte 2010; 16(1):18-23.

Tribess S, Virtuoso Jr JS, Petroski EL. Estado nutricional e percepção da imagem corporal de mulheres idosas residentes no nordeste do Brasil. Cien Saude Colet 2010; 15(1):31-38.

Coelho, EJN; Fagundes, TF. Imagem Corporal de Mulheres de diferentes classes econômicas. Motriz, Rio Claro, v. 13, n. 2, p. 37-43, 2007.

Tribess, S.; Virtuoso Júnior, J.S.; Petroski, EL. Fatores Associados à Inatividade Física em Mulheres Idosas em Comunidades de Baixa Renda. Revista de Salud Pública, Bogotá, v. 11, n. 1, p. 39-49, 2009.

Teixeira JS, Corrêa JC, Rafael CBS, Miranda VPN, Ferreira MEC. Envelhecimento e Percepção Corporal de Idosos Institucionalizados. Rev Bras Geriatr Gerontol 2012; 15(1):63-68.

Leal, SA. Estado de saúde auto-percebido, índice de massa corporal e percepção da imagem corporal em utentes dos cuidados de saúde primários [dissertação]. Lisboa: Universidade de Lisboa; 2009.

Eliopoulos C. Enfermagem gerontológica. In: Eliopoulos C. Modificações comuns do envelhecimento. Porto Alegre: Artmed; 2005. p. 74-94.

Porto MAR. Tempo cognitivo e tempo social nas aulas de inglês para a envelhescência e terceira idade. Editora Edgard Blücher Ltda. 2018

Stunkard AJ; Sorensen T; Schulsinger F. Use of the Danish Adoption Register for the study of obesity and thinness. In: Kety SS, Rowland LP, Sidman RL, Matthysse SW. The genetics of neurological and psychiatric disorders. New York: Raven Press; 2017;115-20.

Abdo CHN. Quociente sexual feminino: um questionário brasileiro para avaliar a atividade sexual da mulher. Diagn Tratamento. 2009;14(2):89-1.

Benedetti TRB, Antunes PC, Rodriguez-añez CR, Mazo GZ, Petroski EL. Reprodutibilidade e validade do Questionário Internacional de Atividade Física (IPAQ) em homens idosos Rev Bras Med Esporte. 2017;(13)1.

Ferreira, AA; Menezes, MFG; Tavares, EL; Nunes, NC; Souza, FP; Albuquerque, NAF; Pinheiro, MAM. Estado nutricional e autopercepção da imagem corporal de idosas de uma Universidade Aberta da Terceira Idade. Rev. Bras. Geriatr. Gerontol., Rio de Janeiro, 2014; 17(2):289-301.

Menon K, Mousa A, de Courten MP, Soldatos G, Egger G, de Courten B. Shared Medical Appointments May Be Effective for Improving Clinical and Behavioral Outcomes in Type 2 Diabetes: A Narrative Review. Front Endocrinol (Lausanne). 2017 Oct 4:8;263.

Mazo, GZ; Cardoso, FL; Aguiar, DL. Programa de Hidroginástica para Idosos: Motivação, Auto-estima e Auto-imagem. Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano. 2006;8(2):67-72

Caluête, MEE; Nóbrega, AJS; Gouveia, RA; Galvão, FRO; Vaz, LMM. Influência do estado nutricional na percepção da imagem corporal e autoestima de idosas. Rev. bras. geriatr. gerontol. vol.18, no.2, Rio de Janeiro, Apr./June 2015

Carvalho, JC; Lima, MFG; Zimmermann, RD; Márcia Carrera Campos Leal, MCC; Almeida, MCL; Souza, NV. Sexualidade e a imagem corporal em idosas: revisão integrativa. Revista Enfermagem Atual in Derme 2020 - 92-30

Matsuo, RF; Velardi, M; Brandão, MRF; Miranda, MLJ. Imagem corporal de idosas e atividade física. Revista Mackenzie de Educação Física, v. 6 n. 1. 2007.

Marinho, M. dos S., & Reis, L. A. dos. (2016, janeiro-março). Velhice e aparência: a percepção da identidade de idosas longevas. Revista Kairós Gerontologia, 19(1), pp. 145-160.

Givi, H. G., & Setayesh, S. (2018). Relationship between Sexual Satisfaction and Body Image and Attachment Styles with Marital Satisfaction. Journal of Psychology & Psychotherapy, 8, 2-6.

Martins, ETC; Santos, RZ; Lucca, M.; Thiago Gomes Heck, TG; Benetti, M. Índice de massa corporal e circunferência abdominal estão correlacionados com os níveis de pressão arterial e associados com a insatisfação com a corporal em mulheres hipertensas. Rev. Acta Brasileira do Movimento Humano. Vol.5, n.4, p.64-79 – out-dez, 2015

Fonseca, CC; Chaves, ECL; Pereira, SS; Milara Barp, M; Moreira, AM; Nogueira, DA. Autoestima e satisfação corporal em idosas praticantes e não praticantes de atividades corporais. Rev. educ. fis. UEM vol.25 no.3 Maringá July/Sept. 2014

Fleury, HJ, Carmita Helena Najjar Abdo, CHN. Sexualidade da mulher idosa. Diagn Tratamento. 2015; 20 (3): 117-20. 117

Rocha, MP; Viebig, RF; Latterza, AR. Imagem Corporal em idosos: influências dos hábitos alimentares e da prática de atividade física. Revista Digital. Ano 15, n. 166, 2012.

CORDEIRO, ACV. MAIOLI. Índice de Massa Corporal e a Relação com a Satisfação da Imagem Corporal em idosas. Rev. UNINGÁ Review, Maringá, v. 33, n. 3, p. 39-53, jul./set. 2018.

Publicado

2022-05-04

Edição

Seção

Artigo Original

Como Citar

1.
Carvalho JC, Zimmermann RD, Almeida M da CL de, Lima M de FG. Imagem corporal em mulheres idosas e fatores associados (comorbidades, socioeconômicos, atividade física e a função sexual). Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 4º de maio de 2022 [citado 20º de junho de 2024];55(1):e-179823. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/179823