Avaliação da sobrecarga de familiares cuidadores de pacientes com câncer: estudo transversal

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.rmrp.2022.195985

Palavras-chave:

Cuidadores, Neoplasias, Enfermagem, Relações familiares

Resumo

Objetivo: Avaliar a sobrecarga dos familiares cuidadores de pacientes com câncer num hospital oncológico brasileiro. Método: Pesquisa quantitativa, descritiva e transversal, realizada em um hospital oncológico brasileiro, localizado em Minas Gerais. A coleta de dados ocorreu por meio da aplicação de um questionário contendo perguntas sociodemográficas e foi utilizada a escala de Zarit, que avalia o grau de sobrecarga dos cuidadores. Os critérios de inclusão foram familiares cuidadores acima de 18 anos, cujo membro da família tivesse o diagnóstico de câncer e que estivesse envolvido no cuidado. A associação entre sobrecarga e as variáveis explicativas foi realizada a partir do modelo de regressão linear múltipla. O programa SPSS versão 20 foi utilizado para a realização das análises. Resultados: Dentre os 125 indivíduos entrevistados, a maioria possuía menos de 38 anos, 66,4% eram do sexo feminino, 45,6% eram filhos e 22,4% cônjuges. O tempo de prestação de cuidados variou de seis meses (39,2%) a dois anos (21,6%) e 80% dos entrevistados atuavam diretamente nos cuidados, 80% atuavam diretamente nos cuidados do ente adoecido, 97,6% não apresentaram sobrecarga. Conclusões: Os cuidadores de uma forma geral, não apresentaram sobrecarga, porém, constatou-se uma redução na qualidade de vida destes cuidadores, quando analisadas as questões da escala Zarit referentes aos domínios psicológico e de relações sociais, isoladamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Luiza Rodrigues Lins, Instituto Nacional do Câncer, Rio de Janeiro,(RJ), Brasil.

Enfermeira. Especialista em Oncologia

Érica Toledo de Mendonça , Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, (MG), Brasil.

Enfermeira. Doutora em Ciências da Nutrição.

Tiago Ricardo Moreira, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, (MG), Brasil.

Enfermeiro. Doutor em Saúde Coletiva.

João Vitor Andrade, (35) 998568746

Enfermeiro. Mestrando em Enfermagem.

Diego Henrique Silveira Ramos, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, (MG), Brasil.

Discente do curso de Enfermagem

Pedro Alexandre Henriques Pedretti, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, (MG), Brasil.

Discente do curso de Medicina

Referências

Marinho FP, Valéria MA, França EB. Novo século, novos desafios: mudança no perfil da carga de doença no Brasil de 1990 a 2010. Epidemiol. Serv. Saúde. 2016;25(4):713-24. https://doi.org/10.5123/S1679-49742016000400005

Malta DC, Andrade SSCA, Oliveira TP, Moura L, Prado RR, Souza MFM. Probabilidade de morte prematura por doenças crônicas não transmissíveis, Brasil e regiões, projeções para 2025. Rev. bras. epidemiol. 2019; 22: E190030. https://doi.org/10.1590/1980-549720190030

Milagres MAS, Mafra SCT, Silva EP. Repercussões do câncer sobre o cotidiano da mulher no núcleo familiar. Ciência, Cuidado e Saúde. 2016;15(4):738-45. https://doi.org/10.4025/ciencuidsaude.v15i4.29893

INCA - Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva. Brasil. Estimativa 2020: incidência de câncer no Brasil. Rio de Janeiro: INCA, 2019. Disponível em: https://www.inca.gov.br/publicacoes/livros/estimativa-2020-incidencia-de-cancer-no-brasil

Tørring ML, Falborg AZ, Jensen H, Neal RD, Weller D, Reguilon I et al. Advanced-stage cancer and time to diagnosis: An International Cancer Benchmarking Partnership (ICBP) cross-sectional study. Eur J Cancer Care. 2019;28(5). https://doi.org/10.1111/ecc.13100

Johansen S, Cvancarova M, Ruland C. The Effect of Cancer Patients' and Their Family Caregivers' Physical and Emotional Symptoms on Caregiver Burden. Cancer Nurs. 2018;41(2):91-9. https://doi.org/10.1097/ncc.0000000000000493

Borges EL, Franceschini J, Costa LHD, Fernandes ALG, Jamnik S, Santoro IL. Family caregiver burden: the burden of caring for lung cancer patients according to the cancer stage and patient quality of life. J Bras Pneumol. 2017;43(1):18-23. https://doi.org/10.1590/s1806-37562016000000177

Yavo IS, Campos EMP. Cuidador e cuidado: o sujeito e suas relações no contexto da assistência domiciliar. Psicol. teor. prat. 2016;8(1):20-32. http://dx.doi.org/10.15348/1980-6906/psicologia.v18n1p20-32

Esperon JMT. Pesquisa Quantitativa na Ciência da Enfermagem. Esc. Anna Nery. 2017;21(1). https://doi.org/10.5935/1414-8145.20170027

Carrapato P, Correia P, Garcia B. Determinante da saúde no Brasil: a procura da equidade na saúde. Saude soc. 2017;26(3): 676-89. https://doi.org/10.1590/S0104-12902017170304

Cuschieri S. The STROBE guidelines. Saudi journal of anaesthesia. 2019;13(1):S31. https://doi.org/10.4103/sja.sja_543_18

FCV: FUNDAÇÃO CRISTIANO VARELLA. [Internet]. História. 2019. Disponível em: https://www.fcv.org.br/site/conteudo/detalhe/87

Coppetti LC, Girardon-Perlini NMO, Andolhe R, Silva LMC, Dapper SN, Noro E. Habilidade de cuidado, sobrecarga, estresse e coping de cuidadores familiares de pessoas em tratamento oncológico. Rev. Bras. Enferm. 2019;72(6):1541-46. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0605

Trindade I, Almeida D, Romão M, Rocha S, Fernandes S, Varela V, et al. Caracterização do grau de sobrecarga dos cuidadores de utentes dependentes da Unidade de Saúde Familiar USF Descobertas. Rev Port Med Geral Fam. 2017;33(3):178-86. https://doi.org/10.32385/rpmgf.v33i3.12160

Fleck MPA, Leal OF, Louzada S, Xavier M, Chachamovich E, Vieira G et al. Desenvolvimento da versão em português do instrumento de avaliação de qualidade de vida da OMS (WHOQOL-100). Rev Bras Psiquiatr. 1999;21(1). https://doi.org/10.1590/S1516-44461999000100006

Pagano, M, Gauvreau, K. Princípios de Bioestatística. São Paulo: Cengage Learning, 2010.

Xavier ECL, Júnior AJSC, Carvalho MMC, Lima FR, Santana ME. Diagnósticos de enfermagem em cuidados paliativos oncológicos segundo diagrama de abordagem multidimensional. Enferm. Foco. 2019;10(3): 152-157. https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n3.2109

Cardoso AC, Noguez PT, Oliveira SG, Porto AR, Perboni JS, Farias TA. Rede de apoio e sustentação dos cuidadores familiares de pacientes em cuidados paliativos no domicílio. Enferm. Foco. 2019;10(3): 34-39. https://doi.org/10.21675/2357-707X.2019.v10.n3.1792

Loh KP, Soto-Perez-de-Celis E, Duberstein PR, Culakova E, Epstein RM, Xu H et al. Patient and caregiver agreement on prognosis estimates for older adults with advanced cancer. Cancer. 2020. https://doi.org/10.1002/cncr.33259

Ferreira CR, Isaac L, Ximenes VS. Cuidar de idosos: um assunto de mulher? Est. Inter. Psicol. 2018;9(1):108-25. http://dx.doi.org/10.5433/2236-6407.2018v9n1p108

Souza ID, Pereira JA, Silva EM. Entre o Estado, a sociedade e a família: o care das mulheres cuidadoras. Rev. Bras. Enferm. 2018;71(6): 2720-27. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0111

Freitas JAL, Oliveira, BLG. Aspectos Psicológicos Envolvidos Na Sobrevivência do Câncer Infantil. Revista UNINGÁ. 2018;55(2):1-13.

Figueiredo T, Silva AP, Silva RMR, Silva JJ, Silva CSO, Alcântara DDF et al. How can I help? Feelings and experiences of the familiar caregiver of cancer patients. ABCS Health Sciences. 2017;42(1): 34-9. https://doi.org/10.7322/abcshs.v42i1.947

Lavallée JF, Grogan S, Austin CA. Cancer patients’ family members’ experiences of the information and support provided by healthcare professionals. Health Education Journal. 2018;1-12. https://doi.org/10.1177%2F0017896918812511

Wakiuchi J, Marcon SS, Oliveira DC, Sales CA. Reconstruindo a subjetividade a partir da experiência do câncer e seu tratamento. Rev. Bras. Enferm. 2019;72(1):125-33. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0332

Costa DT, Silva DMR, Cavalcanti IDL, Gomes ET, Vasconcelos JLA, Carvalho MVG. Coping religioso/espiritual e nível de esperança em pacientes com câncer em quimioterapia. Rev. Bras. Enferm. 2019;72(3): 640-45. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0358

Nakash O, Granek L, Cohen M, David MB. Association Between Cancer Stigma, Pain and Quality of Life in Breast Cancer. Psychology, Community & Health. 2019;8(1): 275–87. https://doi.org/10.5964/pch.v8i1.310

Kumar A, Bhagabaty SM, Tripathy JP, Selvaraj K, Purkayastha J, Singh R. Delays in Diagnosis and Treatment of Breast Cancer and the Pathways of Care: A Mixed Methods Study from a Tertiary Cancer Centre in North East India. Asian Pac J Cancer Prev. 2019;20(12):3711-21. https://doi.org/10.31557/apjcp.2019.20.12.3711

Rosas C, Neri AL. Qualidade de vida, sobrecarga, apoio emocional familiar: um modelo em idosos cuidadores. Rev. Bras. Enferm. 2019;72(2):169-76. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0439

Vale JMM, Neto ACM, Santos LMS, Santana ME. Self-care of the caregiver of the sick in adequate palliative oncological home care. J Nurs UFPE. 2019;13. https://doi.org/10.5205/1981-8963.2019.238381

Rocha RCNP, Pereira ER, Silva RMCRA, Medeiros AYBBV, Refrande SM, Refrande NA. Necessidades espirituais vivenciadas pelo cuidador familiar de paciente em atenção paliativa oncológica. Rev. Bras. Enferm. 2018;71(6):2635-42. https://doi.org/10.1590/0034-7167-2017-0873

Lalani N, Duggleby W, Olson J. Spirituality among family caregivers in palliative care: an integrative literature review. Int J Palliat Nurs. 2018;24(2):80-91. https://doi.org/10.12968/ijpn.2018.24.2.80

Aubin M, Vézina L, Verreault R, Simard S, Desbiens JF, Tremblay L et al. Effectiveness of an intervention to improve supportive care for family caregivers of patients with lung cancer: study protocol for a randomized controlled trial. Trials. 2017;18(1):304. https://dx.doi.org/10.1186%2Fs13063-017-2044-y

Mazanec SR, Miano S, Baer L, Campagnaro EL, Sattar A, Daly BJ. A family-centered intervention for the transition to living with multiple myeloma as a chronic illness: A pilot study. Appl Nurs Res. 2017;35:86-9. https://doi.org/10.1016/j.apnr.2017.03.003

Santos D, Pereira FJR, Bitencourt MLS, Queiroz D, Nascimento LB. Cuidados de saúde prestados pelos filhos homens aos pais idosos. Saúde Coletiva (Barueri). 2020; 10(56):3102-11. https://doi.org/10.36489/saudecoletiva.2020v10i56p3102-3111

Rezende G, Gomes CA, Rugno FC, Carvalho RC, De Carlo MMRP. Sobrecarga de cuidadores de pessoas em cuidados paliativos: revisão integrativa da literatura. Rev.Medicina de Ribeirão Preto. 2016;49(4):344-5. https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v49i4p344-354

Diniz MAA, Melo BRS, Neri KH, Casemiro FG, Figueiredo LC, Gaioli CCLO et al. Estudo comparativo entre cuidadores formais e informais de idosos. Ciênc. saúde coletiva. 2018;23(11):3789-98. https://doi.org/10.1590/1413-812320182311.16932016

International Association for Hospice e Palliative Care - Palliative Care Definition. Available from: https://hospicecare.com/what-we-do/projects/consensus-based-definition-of-palliative-care/definition/

Downloads

Publicado

2022-12-27

Como Citar

1.
Lins ALR, Mendonça Érica T de, Moreira TR, Andrade JV, Ramos DHS, Pedretti PAH. Avaliação da sobrecarga de familiares cuidadores de pacientes com câncer: estudo transversal . Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 27 de dezembro de 2022 [citado 25 de fevereiro de 2024];55(4):e-195985. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/195985

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share