CARACTERIZAÇÃO DO CONSUMO DE SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS EM PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA EM ACADEMIAS

Autores

  • Gisele Sales Gomes
  • Gabriel Carvalho Degiovanni
  • Monike Ribeiro Garlipp
  • Paula Garcia Chiarello Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo
  • Alceu Afonso Jordão Junior Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v41i3p327-331

Palavras-chave:

Composição Corporal. Atividade Física. Dieta. Exercício.

Resumo

Introdução : A procura por suplementos nutricionais está tornando-se cada vez mais comum entre os freqüentadores de academias de ginástica, muitas vezes sem uma orientação adequada. Objetivo : O objetivo desse trabalho foi verificar o uso de suplementos nutricionais por praticantes de atividade física em academias de Ribeirão Preto-SP e seu impacto na composição corporal. Métodos: Para realização da pesquisa foram aplicados questionários em 102 indivíduos, do sexo masculino, com idades entre 20 e 40 anos, em 10 academias de ginástica de Ribeirão Preto-SP. Após o preenchimento do questionário, 30 indivíduos foram submetidos à avaliação da composição corporal e classificados em 3 grupos com 10 indivíduos: sem consumo de suplementos (GC), consumo exclusivo de suplementos protéicos (GP) e uso de suplementos protéico-energéticos (GPE). Resultados:Os resultados mostraram que 52% utilizam algum tipo de suplemento. A musculação era praticada por 92% dos entrevistados, sendo o aumento de massa magra, o principal objetivo relatado. A quantidade protéica consumida por meio dos suplementos significava, em média, 47% e 48% respectivamente para GP e GPE, da proteína que seria necessária por dia, considerando a recomendação de 1g proteína por quilo de peso corporal. Enquanto o nutricionista é o profissional mais procurado para a orientação de dietas, o instrutor de musculação é o profissional mais requisitado pelos alunos para a utilização de suplementos. A avaliação da composição corporal mostrou percentual de massa magra e percentual de gordura corporal semelhantes entre os que faziam ou não uso de suplementos. Conclusão : O consumo de suplementos pelos freqüentadores de academias é elevado, muitas vezes sem uma orientação especializada e adequada, e pelos métodos utilizados não se verificou diferença na composição corporal com a utilização destes produtos. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gisele Sales Gomes

 

Nutricionista e Mestre em Investigação Biomédica

Gabriel Carvalho Degiovanni

 

 

Aluno do Curso de Nutrição e Metabolismo

Monike Ribeiro Garlipp

Aluna do Curso de Nutrição e Metabolismo

Paula Garcia Chiarello, Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

 

Docente do Curso de Nutrição e Metabolismo, Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Alceu Afonso Jordão Junior, Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Docente do Curso de Nutrição e Metabolismo, Departamento de Clínica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2008-09-30

Como Citar

1.
Gomes GS, Degiovanni GC, Garlipp MR, Chiarello PG, Jordão Junior AA. CARACTERIZAÇÃO DO CONSUMO DE SUPLEMENTOS NUTRICIONAIS EM PRATICANTES DE ATIVIDADE FÍSICA EM ACADEMIAS. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de setembro de 2008 [citado 1 de agosto de 2021];41(3):327-31. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/277

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)