PRODUÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE RIBEIRÃO PRETO - USP: APLICAÇÃO DO ÍNDICE DE HIRSCH

Autores

  • Rondinelli D. Herculano Departamento de Física e Matemática da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo
  • Nelson Torro Alves Universidade Federal da Paraíba
  • César A. S. Terçariol Centro Universitário Barão de Mauá, Ribeirão Preto
  • Ana Maria Q. Norberto Departamento de Oftalmologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo
  • Carlos F.O. Graeff Departamento de Física, Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho - UNESP, Bauru

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v41i3p347-354

Palavras-chave:

Indicadores Bibliométricos. Ciência da Informação. Indicadores de Produção Científica.

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi analisar/quantificar a produtividade cientifica dos docentes pertencentes à Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP) vinculados aos oito cursos de graduação e seis programas de pós-graduação.  Métodos: Os índices analisados para cada professor foram: 1) número total de artigos (na plataforma Lattes), 2) número de artigos indexados pela Thomson ISI Web of Science, e 3) o índice-h.  Aplicamos os testes ANOVA, Kruskall-Wallis e o Post Hoc (Bonferrroni) para identificar possíveis diferenças entre os cursos de graduação e os programas de pósgraduação. Resultados :  A análise dos oitos cursos de graduação da FFCLRP-USP mostrou que os cursos de Biologia, Química e Física-Médica (FM) apresentaram números elevados para os índices analisados. Entretanto, os cursos de Psicologia, Pedagogia, Matemática Aplicada a Negócios (MAN), Informática Biomédica (IBM) e Ciência da Informação e Documentação (CID) apresentaram médias mais baixas do índice -h  (P < 0,05) e tiveram poucos artigos indexados pelo ISI (P < 0,05) comparado aos outros cursos. Em relação aos programas de pós-graduação, os programas de pós-graduação em Psicobiologia, Química, Física Aplicada à Medicina e Biologia (FAMB), Biologia Comparada, e Entomologia apresentaram resultados muito similares (P < 0,05), em relação à avaliação dos três índices diferentemente do programa de pós-graduação em Psicologia (P < 0,05). Conclusão:  os desempenhos ruins do programa de pós-graduação em Psicologia e dos cursos de graduação em Psicologia, Pedagogia, MAN, IBM e CID podem ser associados às características do campo da concentração e da cobertura limitada do banco de dados ISI. Finalmente, estes resultados indicam que o índice -h  é muito sensível ao campo de concentração e não deve ser usado como o único fator de avaliação da produção científica de pesquisa de um indivíduo.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rondinelli D. Herculano, Departamento de Física e Matemática da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Aluno, Pós-graduação (Doutorado), Programa de Pós-graduação em Física Aplicada à Medicina e Biologia, Departamento de Física e Matemática da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Nelson Torro Alves, Universidade Federal da Paraíba

Docente, Departamento de Psicologia, Universidade Federal da Paraíba

César A. S. Terçariol, Centro Universitário Barão de Mauá, Ribeirão Preto

Aluno, Pós-graduação (Doutorado), Programa de Pós-graduação em Física Aplicada à Medicina e Biologia, Departamento de Física e Matemática da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo.

 

Docente. Centro Universitário Barão de Mauá, Ribeirão Preto (Brasil).

Ana Maria Q. Norberto, Departamento de Oftalmologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

 

Aluna do curso de graduação em Fonoaudiologia, Departamento de Oftalmologia, Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Carlos F.O. Graeff, Departamento de Física, Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho - UNESP, Bauru

 

Docente, Departamento de Física, Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho -  UNESP, Bauru

Downloads

Publicado

2008-09-30

Como Citar

1.
Herculano RD, Alves NT, Terçariol CAS, Norberto AMQ, Graeff CF. PRODUÇÃO CIENTÍFICA NA FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS DE RIBEIRÃO PRETO - USP: APLICAÇÃO DO ÍNDICE DE HIRSCH. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de setembro de 2008 [citado 5 de julho de 2022];41(3):347-54. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/280

Edição

Seção

Ponto de Vista
Bookmark and Share