TRANSPORTE INTRA-HOSPITALAR DO PACIENTE CRÍTICO

Autores

  • Gerson A. Pereira Júnior Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo,FMRP/USP
  • Júlia Batista Carvalho Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP
  • Arnóbio D. Ponte Filho Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo.
  • Daniela A. Malzone Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP
  • César E. Pedersoli Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo – FMRP/USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v40i4p500-508

Palavras-chave:

Transportation of Patient. Transporte de Pacientes. Cuidados Intensivos. Monitoramento. Transferência de Pacientes.

Resumo

O avanço do conhecimento médico e o desenvolvimento da tecnologia para diagnóstico e tratamento das doenças que afligem os seres humanos têm permitido um aumento da longevidade das pessoas hígidas e daquelas que possuem agravos agudos ou crônicos. Embora estes avanços estejam heterogeneamente distribuídos, há uma nítida melhora das condições de atendimento médico em nosso meio e isto tem feito com que pacientes que anteriormente evoluíssem para o óbito, tenham condições de se manterem vivos em diferentes condições de qualidade de vida. Isto tem feito com que os hospitais tenham que aumentar as áreas de atendimento e cuidados de pacientes críticos. Estes pacientes têm sido beneficiados pela tecnologia de diagnóstico, principalmente, de imagem existente e, quase sempre, para ter acesso a estes benefícios, estes pacientes precisam ser transportados para fora da área de cuidados intensivos e manter o mesmo nível de monitorização para que não haja problemas. É aí que está a grande importância do transporte do paciente crítico que, no geral, vem sendo muito negligenciada pelos profissionais de saúde. O objetivo deste artigo é fazer uma reflexão dos vários momentos, fases e cuidados envolvidos no transporte intra-hospitalar, discutindo as suas diversas modalidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gerson A. Pereira Júnior, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo,FMRP/USP

 

Médico Assistente, Unidade de Emergência, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo,FMRP/USP. Docente, Emergências Médicas e Habilidades Cirúrgicas, Curso de Medicina da Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP)

 

Júlia Batista Carvalho, Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP

 

Médica, Residente de Medicina Intensiva, Universidade de Ribeirão Preto, UNAERP

 

Arnóbio D. Ponte Filho, Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo.

 

Médico, Residente de Clínica Médica, Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo.

Daniela A. Malzone, Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP

 

Docente, Ginecologia, Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP 

 

 

César E. Pedersoli, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo – FMRP/USP

 

Enfermeiro, Unidade de Emergência, Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo – FMRP/USP. Docente, Emergências Médicas e Atendimento Pré-hospitalar, Curso de Medicina, Universidade de Ribeirão Preto - UNAERP.

 

Downloads

Publicado

2007-12-30

Como Citar

1.
Pereira Júnior GA, Carvalho JB, Ponte Filho AD, Malzone DA, Pedersoli CE. TRANSPORTE INTRA-HOSPITALAR DO PACIENTE CRÍTICO. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de dezembro de 2007 [citado 23 de outubro de 2021];40(4):500-8. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/346

Edição

Seção

Capítulos
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)