CATETER PARA HEMODIÁLISE: RETRATO DE UMA REALIDADE

Autores

  • Viviane Ferreira Centro Universitário de Araraquara - UNIARA
  • Denise Andrade Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v40i4p582-588

Palavras-chave:

Insuficiência Renal Crônica. Diálise Renal. Cateteres de Demora. Infecção. Instituições de Assistência Ambulatorial.

Resumo

Objetivo: avaliar e descrever as complicações locais e sistêmicas mais freqüentes referentes ao uso do cateter temporário duplo lúmen em pacientes portadores de insuficiência renal crônica em tratamento hemodialítico. Métodos: estudo de segmento realizado por meio de entrevista, inspeção no sítio de inserção do cateter e avaliação de prontuário. Resultados: dos 64 pacientes avaliados 38 (59,4%) eram masculinos, 20 (31,2%) tinham nefroesclerose hipertensiva, 35 (54,7%) implantaram o cateter devido à necessidade hemodialítica imediata, dos 145 cateteres implantados 98 (67,6%) foram implantados na veia jugular direita. A média de permanência dos cateteres foi de 30 dias, as complicações mais freqüentes em 41 (64%) foi o funcionamento inadequado do cateter, seguida de 27 (42,2%) casos de infecção no sítio de inserção. Realizou-se hemocultura em 34 (53,1%) dos pacientes, em que 30 (47%) apresentaram cultura positiva e em 10 (33,4%) isolou-se o Staphylococcus aureus.Conclusão: estudos dessa natureza permitem identificar as situações-problema, e, conseqüentemente proporcionar adequação das ações profissionais. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Viviane Ferreira, Centro Universitário de Araraquara - UNIARA

 

Enfermeira do Centro de Terapia Intensiva Adulto do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo, Docente do Centro Universitário de Araraquara - UNIARA 

 

 

Denise Andrade, Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Docente. Departamento de Enfermagem Geral e Especializada da Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Downloads

Publicado

2007-12-30

Como Citar

1.
Ferreira V, Andrade D. CATETER PARA HEMODIÁLISE: RETRATO DE UMA REALIDADE. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de dezembro de 2007 [citado 26 de outubro de 2021];40(4):582-8. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/355

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)