Acidentes ocupacionais com exposição a material biológico: retrato de uma realidade

Autores

  • Maria Aparecida do C. Dias Universidadede Franca-UNIFRAN
  • Alcyone A. Machado Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo
  • Branca M. O. Santos Universidade de Franca - UNIFRAN.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v45i1p12-22

Palavras-chave:

Acidentes Ocupacionais. Risco por Agentes Biológicos. HIV. Hepatite. Notificação de Acidentes de Trabalho.

Resumo

Objetivo:  caracterizar os acidentes ocupacionais por exposição à material biológico notificados nosserviços de referência da micro região de Votuporanga- SP, no período de 2001 a 2005. Material emétodo: trata-se de uma pesquisa descritiva, do tipo levantamento documental retrospectivo, dos casos de acidentes ocupacionais por exposição a material biológico obtidos das 273 fichas de notificaçãodo SINABIO encaminhadas aos bancos de dados do Serviço de Vigilância Epidemiológica da SecretariaMunicipal de Saúde de Votuporanga-SP e da Direção Regional de Saúde XXII (DIRXXII) de São José doRio Preto-SP. Resultados: dos 273 acidentes notificados, 78,4% ocorreram em trabalhadores do sexofeminino e 69,6% entre 20 e 40 anos. Votuporanga foi o município que mais notificou (89,0%) e o auxiliarde enfermagem a categoria mais exposta (48,4%). Em 99,6% dos casos, o atendimento se deu dentrodas 72 horas. A exposição mais frequente foi a percutânea (86,8%), o sangue o material biológico demaior contato (98,5%) e a agulha com lúmen a que mais provocou acidentes (72,1%). Dos acidentados,87,5% eram vacinados contra HBV e desses, 67,0% não haviam realizado o anti-HBs. Em 16,1% dasnotificações a fonte HIV era desconhecida e em 78,8% era conhecida para o HBV. Para o HCV, detectouse 78,8% de sorologias de pacientes-fonte, das quais 3,3% eram positivas, sendo que 25,9% dos comfonte desconhecida não fizeram acompanhamento. Conclusões: os dados indicam a necessidade deelaboração de um plano de intervenção local, com a aquiescência da comunidade que é,inquestionavelmente, co-responsável pelas propostas de mudança.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Aparecida do C. Dias, Universidadede Franca-UNIFRAN

Enfermeira. Mestre em Promoção de Saúde pela Universidadede Franca-UNIFRAN

Alcyone A. Machado, Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

Professora Associada da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo. Departamento de Clínica Médica

Branca M. O. Santos, Universidade de Franca - UNIFRAN.

Professora Associada em Enfermagem, Universidade de São Paulo. Docente do Mestrado em Promoção de Saúde da Universidade de Franca - UNIFRAN.

Downloads

Publicado

2012-03-30

Como Citar

1.
Dias MA do C, Machado AA, Santos BMO. Acidentes ocupacionais com exposição a material biológico: retrato de uma realidade. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de março de 2012 [citado 2 de dezembro de 2021];45(1):12-2. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/47479

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)