Contaminação bacteriana em teclados de computadores utilizados em hospital universitário do nordeste do Brasil

Autores

  • Anderson G. Rodrigues Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
  • Mariana A. W. B. Viveiros Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
  • Ivoneide M. O. Barroso Laboratório Central de Saúde Pública de Alagoas
  • Alessandra P. Cavalcante Laboratório Central de Saúde Pública de Alagoas.
  • Ana M. Q. Lopez Instituto de Química e Biotecnologia da Universidade Federal de Alagoas - UFAL

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v45i1p39-48

Palavras-chave:

Computadores. Contaminação de Equipamentos. Controle de Infecções. Infecção Hospitalar.

Resumo

O avanço tecnológico permitiu a inserção dos computadores no ambiente hospitalar, sendo necessários na solicitação de exames, registro de informações dos pacientes ou para uso pessoal dos médicos.Trinta e um teclados de computadores do Hospital Universitário Professor Alberto Antunes/UFAL foramsubmetidos a análises microbiológicas no período de fevereiro a junho de 2011. As colônias isoladasdas amostras foram analisadas morfobioquímicamente, inclusive por método automatizado (VITEK®).Entre os setores monitorados, foram detectadas as seguintes bactérias: Acinetobacter baumanii (Clí-nica Obstétrica), Pseudomonas stutzeri (Clínica Médica e Maternidade),  P. oryzihabitans (Pediatria),Enterobacter cancerogenus (Setor de Quimioterapia), E. cloacae (UTI Neonatal), Enterococcus faecium(Enfermaria do Setor Oncológico), Sphingomonas paucimobilis (Setor Oftalmológico) e  Rhizobiumradiobacter (Alojamento Conjunto). Destas, P. oryzihabitans, E. cancerogenus e S. paucimobilis apresentaram resistência a antimicrobianos comumente recomendados. Portanto, os teclados de computadores hospitalares podem atuar na disseminação de patógenos, devendo fazer parte da rotina dedesinfecção do ambiente hospitalar. A cobertura com película protetora e a adoção de medidas preventivas como a lavagem das mãos são de grande importância.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson G. Rodrigues, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Aluno do Curso de Graduação da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Mariana A. W. B. Viveiros, Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Aluno do Curso de Graduação da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Alagoas (UFAL)

Ivoneide M. O. Barroso, Laboratório Central de Saúde Pública de Alagoas

Médica especialista em Patologia Clínica. LACEN/AL - Laboratório Central de Saúde Pública de Alagoas

Alessandra P. Cavalcante, Laboratório Central de Saúde Pública de Alagoas.

Farmacêutica e Bioquímica. LACEN/AL - Laboratório Centralde Saúde Pública de Alagoas.

Ana M. Q. Lopez, Instituto de Química e Biotecnologia da Universidade Federal de Alagoas - UFAL

PhD Sc. (UK) - área de concentração Bioquímica e BiologiaMolecular. Instituto de Química e Biotecnologia da Universidade Federal de Alagoas - UFAL

Downloads

Publicado

2012-03-30

Como Citar

1.
Rodrigues AG, Viveiros MAWB, Barroso IMO, Cavalcante AP, Lopez AMQ. Contaminação bacteriana em teclados de computadores utilizados em hospital universitário do nordeste do Brasil. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de março de 2012 [citado 27 de janeiro de 2023];45(1):39-48. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/47570

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share