Reabilitação Grupal: Expectativas e percepções de portadores de deficiência visual

Autores

  • Mayla M. B. Monteiro Universidade Estadual de Campinas
  • Rita de Cássia I. Montilha Faculdade de Ciências Médicas - Universidade Estadual de Campinas.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v45i1p66-77

Palavras-chave:

Reabilitação. Portadores de Deficiência Visual. Saúde de Grupos Específicos.

Resumo

Objetivos: Verificar características, expectativas e percepções de deficientes visuais, participantes deprocesso de reabilitação grupal. Métodos: Realizou-se estudo descritivo aplicando-se questionário pormeio de entrevista à amostra não probabilística de pessoas com deficiência visual, de 12 anos e mais,usuários de serviço de reabilitação grupal do Centro de Estudos e Pesquisas em Reabilitação "Prof. Dr.Gabriel Porto" (CEPRE/FCM/UNICAMP) Foram aplicados dois instrumentos, um no início do processode reabilitação e outro no final. Resultados: As amostras foram compostas por 26 e 14 usuários respectivamente, a diferença entre as duas amostras foi devido a algumas desistências no decorrer do processo de reabilitação, ou dificuldade de acesso aos usuários. Todos os usuários que responderam aosegundo questionário também responderam ao primeiro. Em relação às características dos usuáriosda amostra, a distribuição por sexo foi igual (50,0%) do sexo masculino e feminino. A Baixa Visão foi otipo de deficiência apresentada pela maioria (76.9%), sendo a retinopatia diabética a causa maismencionada (47,3%). A maioria dos usuários declarou que esperava que a reabilitação fosse auxiliar afacilitar o cotidiano (73,1%). Entre as percepções referentes ao processo de reabilitação destacou-se amelhora nas atividades da vida diária (33,2%). Em relação às percepções acerca da reabilitação tersido realizada em grupo a maioria (71,4%) dos usuários declarou que achou boa esta estratégiaterapêutica. Conclusão: Os usuários mostraram-se satisfeitos quando questionados sobre o processode reabilitação no qual estavam inseridos, portanto este processo de reabilitação grupal conseguesuprir as expectativas dos usuários referentes a este processo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mayla M. B. Monteiro, Universidade Estadual de Campinas

Fonoaudióloga. Mestre em 'Saúde, Interdisciplinaridade e Reabilitação' - Centro de Estudos e Pesquisa em Reabilitação "Prof. Dr. Gabriel O. S. Porto" - Faculdade de Ciências Médicas- Universidade Estadual de Campinas

Rita de Cássia I. Montilha, Faculdade de Ciências Médicas - Universidade Estadual de Campinas.

Doutora em Ciência Médicas. Docente do Curso de Fonoaudiologia da Universidade Estadual de Campinas, Centro deEstudos e Pesquisa em Reabilitação "Prof. Dr. Gabriel O. S.Porto" - Faculdade de Ciências Médicas - Universidade Estadual de Campinas.

Downloads

Publicado

2012-03-30

Como Citar

1.
Monteiro MMB, Montilha R de CI. Reabilitação Grupal: Expectativas e percepções de portadores de deficiência visual. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de março de 2012 [citado 4 de fevereiro de 2023];45(1):66-77. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/47572

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share