O processo da assistência ao paciente com lesão medular

gerenciamento de caso como estrategia de organização da alta hospitalar

Autores

  • Roxana I. Cardozo-Gonzales Departamento Materno Infantil e Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão PReto, Universidade de São Paulo - EERP/USP
  • Tereza C. S. Villa Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo
  • Maria H. L. Caliri Departamento de Enfermagem Geral e Especializada - Área Fundamental. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, EERP/USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v34i3/4p325-333

Palavras-chave:

Gerenciamento da Doença. Lesão da Medula Espinhal. Alta do Paciente.

Resumo

Este estudo tem como objeto conhecer como se realiza a assistência ao paciente com lesão medular, segundo a percepção da equipe de saúde. O eixo norteador do trabalho é compreender o processo da alta hospitalar do paciente com lesão medular e trazer, como proposta de organização, o Gerenciamento de Caso, que é uma modalidade de prestação de serviço, responsabilizando um profissional pelo total cuidado de saúde do paciente. Através de uma abordagem qualitativa, o estudo foi desenvolvido na Sala de Trauma e Urgências, Clínica Cirúrgica e Ortopedia de um hospital de nível terciário. Foi utilizada a entrevista semi-estruturada como técnica de coleta de dados. Participaram do estudo três médicos, um fisioterapeuta, dois assistentes sociais, um nutricionista, cinco enfermeiros, dois técnicos e três auxiliares de enfermagem que prestam assistência ao paciente com lesão medular. Os dados foram coletados durante os meses de abril e maio de 2000 e analisados pelo método de análise de conteúdo, através da análise temática. Identificaram-se como unidades temáticas, caraterização da assistência ao paciente com lesão medular durante a internação; necessidades ou problemas do  paciente com lesão medular; problemas ou dificuldades na assistência ao paciente com lesão medular e preparo da alta: o real e o ideal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Roxana I. Cardozo-Gonzales, Departamento Materno Infantil e Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão PReto, Universidade de São Paulo - EERP/USP

 

Mestra em Enfermagem - Saúde Pública,

Departamento Materno Infantil e Saúde Pública da Escola de Enfermagem de Ribeirão PReto, Universidade de São Paulo - EERP/USP

Tereza C. S. Villa, Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo

 

Docente do Departamento de Enfermagem Materno-Infantil e Saúde Pública, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo 

 

Maria H. L. Caliri, Departamento de Enfermagem Geral e Especializada - Área Fundamental. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, EERP/USP

 

Docente do Departamento de Enfermagem Geral e Especializada - Área Fundamental. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, EERP/USP 

 

 

Downloads

Publicado

2001-12-30

Como Citar

1.
Cardozo-Gonzales RI, Villa TCS, Caliri MHL. O processo da assistência ao paciente com lesão medular: gerenciamento de caso como estrategia de organização da alta hospitalar. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de dezembro de 2001 [citado 10 de agosto de 2022];34(3/4):325-33. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/6499

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share