Influência da prática habitual de atividade física e da gordura de tronco sobre a glicemia de jejum em mulheres na menopausa

Autores

  • Camila Buonani Universidade Estadual Paulista J. M. Filho
  • Fabrício E. Rossi Universidade Estadual Paulista J. M. Filho
  • Tiego A. Diniz Universidade Estadual Paulista J. M. Filho
  • Diego G. D. Christofaro Universidade Estadual Paulista J. M. Filho
  • Rômulo A. Fernandes Universidade Estadual Paulista J. M. Filho
  • Ismael F. Freitas Junior Universidade Estadual Paulista J. M. Filho

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v46i3p273-280

Palavras-chave:

Atividade Motora, Hiperglicemia, Pós-menopausa, Acelerômetro.

Resumo

Modelo de estudo: Estudo Original

Objetivo: Examinar a relação entre a prática habitual da atividade física (AF) com a gordura corporal total, gordura do tronco e glicemia de jejum em mulheres na menopausa. Métodos: Foram avaliadas 60 mulheres na menopausa com média de idade de 61,0 anos, da cidade de Presidente Prudente - SP. A massa corporal (MC) e a estatura foram mensuradas para o cálculo de Índice de Massa Corporal (IMC). A gordura corporal total (GC) e a gordura de tronco (TrG) foram estimadas por meio do DEXA. A glicemia sanguinea foi dosada e classificada de acordo com os valores de referência da American Diabetes Association (1997). A prática habitual de AF foi estimada utilizando acelerômetro triaxial (Actigraph) e classificada de acordo com Sasaki (2010). Foi realizada a comparação entre mulheres com valores de glicemia normal e glicemia alterada por meio do teste Kruskal-Wallis. Foi utlizado o coeficiente de correlação de Spearman e em seguida a regressão logística binária para verificar a associação entre nível de AF e compoisção corporal com glicemia de jejum. 

Resultados: Mulheres que apresentavam hiperglicemia obtiveram maiores valores de MC (p=0,040), IMC (p=0,002) e GC (p=0,046), além de valores menores de AF (p=0,019), moderada (p=0,041) e de moderada+vigorosa (p=0,041). A variável AF moderada e moderada+vigorosa, apresentaram, respectivamente, correlação negativa significante percentual de GC (p=0,003) e com TrG(p=0,021 e p=0,021), quando analisado os valores absolutos de GC foi observado correlação negativa com a soma moderda+vigorosa (p=0,049). As mulheres que obtiveram menore valores de TrG e que foram classificadas como suficientemente ativas apresentaram fator de proteção (RC=0,133 [IC=0,023-0,784]) para glicemia de jejum alterada.

Conclusão: A prática de AF de intensidade moderada-vigorosa, realizada pelo menos 150 minutos semanais, associado à baixa gordura de tronco, é um fator protetor para a hiperglicemia em mulheres na menopausa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Buonani, Universidade Estadual Paulista J. M. Filho

Doutorando em Ciências da Motricidade do Departamento de Educação Física – Universidade Estadual Paulista (UNESP), Campus de Rio Claro, São Paulo, Brasil.

Fabrício E. Rossi, Universidade Estadual Paulista J. M. Filho

Doutorando em Ciências da Motricidade do Departamento de Educação Física – Universidade Estadual Paulista (UNESP), Campus de Rio Claro, São Paulo, Brasil.

Tiego A. Diniz, Universidade Estadual Paulista J. M. Filho

Graduando do Curso de Educação Física – UNESP, Campus de Presidente Prudente, São Paulo, Brasil.

Diego G. D. Christofaro, Universidade Estadual Paulista J. M. Filho

Professor Doutor do Departamento de Educação Física –
UNESP, Campus de Presidente Prudente, São Paulo, Brasil.

Rômulo A. Fernandes, Universidade Estadual Paulista J. M. Filho

Professor Doutor do Departamento de Educação Física –
UNESP, Campus de Presidente Prudente, São Paulo, Brasil.

Ismael F. Freitas Junior, Universidade Estadual Paulista J. M. Filho

Livre Docente do Departamento de Educação Física – UNESP, Campus de Presidente Prudente, São Paulo, Brasil.

Downloads

Publicado

2013-09-30

Como Citar

1.
Buonani C, Rossi FE, Diniz TA, Christofaro DGD, Fernandes RA, Freitas Junior IF. Influência da prática habitual de atividade física e da gordura de tronco sobre a glicemia de jejum em mulheres na menopausa. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de setembro de 2013 [citado 18 de maio de 2022];46(3):273-80. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/69137

Edição

Seção

Artigo Original
Bookmark and Share

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)