Transtornos Neuropsiquiátricos em Idosos Institucionalizados no Sul de Santa Catarina (Brasil)

Autores

  • Alceu V. Panini Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Jaqueline F. Menegasso Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Laryce Galvan Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Viviane P. Feldens Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Daniele B. Vinholes Universidade do Sul de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v46i4p374-380

Palavras-chave:

Idosos, Transtornos Neuropsiquiátricos, Institucionalização, Depressão, Déficit Cognitivo.

Resumo

Contexto: O processo de envelhecimento está associado às doenças que podem comprometer o bom funcionamento do sistema nervoso central. Objetivo: Avaliar característica de declínio cognitivo e prevalência de sintomas depressivos e sua associação com dados sociodemográficos de idosos institucionalizados em três instituições de longa permanência do sul de Santa Catarina. Métodos: Estudo transversal, avaliando todos idosos institucionalizados em Tubarão e Laguna/SC. Participaram da presente pesquisa 66 idosos, com idade maior ou igual a sessenta anos, de ambos os gêneros. Para coleta de dados utilizou-se um questionário padronizado abordando dados sociodemográficos, a Escala de Depressão Geriátrica reduzida (EDG-15) e o Mini-Exame do Estado Mental. Resultados: A população estudada era predominantemente feminina, viúva e média de idade 77,3±9,9anos. Sintomas depressivos estiveram presentes em 62,1% dos idosos. Possível déficit cognitivo esteve presente em 37,87% da população. Conclusão: Alta prevalência de sintomas depressivos e déficit cognitivo estiveram presentes nos idosos residentes nas instituições de longa permanência pesquisadas. Diante de tais fatos, o serviço de saúde do Brasil deve estar preparado para avaliar e tratar tais pacientes, a fim de melhorar a qualidade de vida dos idosos institucionalizados.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Alceu V. Panini, Universidade do Sul de Santa Catarina

    Graduação em Medicina, Universidade do Sul de Santa Catarina. Membro da Liga Acadêmica de Psiquiatria da Universidade do Sul de Santa Catarina. 

  • Jaqueline F. Menegasso, Universidade do Sul de Santa Catarina
    Graduação em Medicina, Universidade do Sul de Santa Catarina. Membro da Liga Acadêmica de Psiquiatria da Universidade do Sul de Santa Catarina.
  • Laryce Galvan, Universidade do Sul de Santa Catarina
    Graduação em Medicina, Universidade do Sul de Santa Catarina. Membro da Liga Acadêmica de Psiquiatria da Universidade do Sul de Santa Catarina.
  • Viviane P. Feldens, Universidade do Sul de Santa Catarina

    Doutorado em Psicologia Médica, Professora do curso de
    graduação em Medicina da Universidade do Sul de Santa
    Catarina, Tubarão, SC, Brasil

  • Daniele B. Vinholes, Universidade do Sul de Santa Catarina

    Doutorado em Epidemiologia – UFRGS. Professora do curso de graduação em Medicina da Universidade do Sul de Santa Catarina, Tubarão, SC, Brasil.

Downloads

Publicado

2013-12-30

Edição

Seção

Artigo Original

Como Citar

1.
Panini AV, Menegasso JF, Galvan L, Feldens VP, Vinholes DB. Transtornos Neuropsiquiátricos em Idosos Institucionalizados no Sul de Santa Catarina (Brasil). Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30º de dezembro de 2013 [citado 15º de julho de 2024];46(4):374-80. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/73509