Insuficiência adrenal crônica e aguda

Autores

  • Margaret Castro
  • Lucila L. K. Elias Departamento de Clinica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo -FMRP/USP.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v36i2/4p375-379

Palavras-chave:

Insuficiência Adrenal. Cortisol. ACTH

Resumo

Os glicocorticóides apresentam um importante papel na regulação metabólica, nos sistemas cardiovascular, imune, nervoso, e na resposta adaptativa ao estresse. A insuficiência adrenal pode ser causada por uma doença primária da adrenal (baixas concentrações plasmáticas de cortisol e altas de ACTH) ou secundária a doenças do eixo hipotálamoipofisário (baixas concentrações plasmáticas de cortisol e de ACTH). A falta crônica de glicocorticóide leva a sintomas insidiosos e inespecíficos (mal-estar geral, fraqueza, inapetência, perda de peso, queixas gastrintestinais). Adicionalmente, quando há também deficiência de mineralocorticóide, a hipotensão, síncope, desidratação e choque cardiocirculatório, com hiponatremia e hipercalemia podem associar-se ao quadro clínico. O tratamento consiste na reposição de cortisol (hidrocortisona VO, 12 a 15 mg/m2 de superfície corporal, acetato de cortisona VO, 25mg/dia e prednisona VO, 5 a 10 mg/dia) na insuficiência adrenal secundária e de cortisol e minelocorticóide (9a fluorohidrocortisona VO, 0,1mg/dia) na primária. Doenças infecciosas, traumas e cirurgias podem precipitar uma crise aguda, chamada crise addisoniana, situação esta de risco de vida, quando não tratada. O tratamento consiste de reposição do volume intravascular com cloreto de sódio (soro fisiológico 0,9% 2 L/hora) e glicocorticóides (100 mg EV de hidrocortisona a cada 6 h). Desde que a crise addisoniana é freqüentemente desencadeada por processo infeccioso, o diagnóstico de infecção deve ser confirmado e, se presente, o uso de antibioticoterapia deve ser preconizado.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Margaret Castro

Docente

Lucila L. K. Elias, Departamento de Clinica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo -FMRP/USP.

 

Médica Assistente. Divisão de Endocrinologia e Metabologia. Departamento de Clinica Médica. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo -FMRP/USP.

 

Downloads

Publicado

2003-12-30

Como Citar

1.
Castro M, Elias LLK. Insuficiência adrenal crônica e aguda. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de dezembro de 2003 [citado 27 de julho de 2021];36(2/4):375-9. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/738

Edição

Seção

Endócrinas, Metabólicas e Nutricionais
Bookmark and Share