O ensino e o aprendizado das habilidades clínicas e competências médicas

Autores

  • Célia Maria Kira Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
  • Milton de Arruda Martins Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v29i4p407-413

Palavras-chave:

Competência Clínica, Educação Médica, Educação de Pré-Graduação em Medicina

Resumo

O ensino médico de graduação deve visar o aprendizado não só de conhecimentos mas de habilidades e atitudes Para a formação de um profissional medico mais completo devem ser incorporadas ao ensino algumas tendências da Medicina Contemporânea, como o treinamento em ambulatório, a necessidade de levar em conta os custos nas decisões clínicas, a participação do paciente nas decisões que são tomadas a seu respeito, a abordagem multiprofissional do tratamento de saúde, o papel do médico na manutenção da saúde e prevenção das doenças, a importância dos conhecimentos de Epidemiologia à prática clínica e a valorização dos aspectos psicológicos, sociais e culturais, nas doenças e nos doentes. Existem várias estratégias para o ensino do raciocínio clínico, sendo que uma combinação do reconhecimento de padrões e do raciocínio hipotético-dedutivo tem sido considerada mais adequada para o treinamento dos alunos de Medicina, para sua prática futura como médicos. Uma reflexão sobre essas estratégias tem levado a mudanças no curso de Semiologia Clínica da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, e elas são descritas neste artigo. Os autores comentam, ainda, a importância de algumas recomendações atuais, como o contato precoce dos estudantes com pacientes, o ensino em pequenos grupos, o aprendizado baseado em solução de problemas, o desenvolvimento da capacidade de buscar o conhecimento de forma autônoma, e a prática da Medicina baseada em evidências fornecidas pela investigação científica. Discutem também o papel do professor de Medicina que deve ser, ao mesmo tempo, médico competente, supervisor eficiente, provedor de informações, promotor do aprendizado e modelo adequado de atitudes e posturas, frente ao paciente e seus familiares e em relação a outros profissionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1996-12-30

Como Citar

1.
Kira CM, Martins M de A. O ensino e o aprendizado das habilidades clínicas e competências médicas. Medicina (Ribeirão Preto) [Internet]. 30 de dezembro de 1996 [citado 5 de julho de 2022];29(4):407-13. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/781

Edição

Seção

Simpósio: Ensino Médico de Graduação
Bookmark and Share