[1]
H. E. A. Bicas, “Visão binocular: estrabismos”, Medicina (Ribeirão Preto), vol. 30, nº 1, p. 27-35, mar. 1997.