Padrão de comportamento do “stress” em atletas de alto nível

  • Dante de Rose Junior Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
  • Esdras Guerreiro Vasconcellos Universidade de São Paulo. Instituto de Psicologia
  • Antonio Carlos Simões Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
  • José Medalha Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
Palavras-chave: Psicologia do esporte, “Stress”, Competição, Basquetebol, Handebol, Judô

Resumo

O “stress” é um dos aspectos psicológicos que podem ter influência direta no comportamento de um atleta. Existem reações diferenciadas às situações causadoras de “stress” e essas reações podem depender do padrão de comportamento de cada pessoa. O objetivo deste estudo foi o de determinar o nível do padrão de comportamento de “stress” de atletas de alto nível e identificar as situações mais marcantes na determinação de tal comportamento. Fizeram parte da amostra 58 atletas de Seleções Brasileiras (36 homens e 22 mulheres) representando as seguintes modalidades: basquetebol e judô (masculino e feminino) e handebol (masculino). Constatou-se que tanto para o homens quanto para as mulheres os níveis obtidos (26,70 e 31,58, respectivamente) foram considerados moderados e não diferiram dos níveis encontrados em estudos com amostras de não-atletas. Os resultados mostraram, também, não haver diferenças estatisticamente signifícantes entre os atletas dos dois sexos e entre os esportes estudados. Quanto às situações obtidas pelas respostas ao BEPATYA, pode-se observar que as mais enfáticas foram aquelas que apontaram fatores como a responsabilidade, ambição e pressão do tempo

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1996-12-20
Como Citar
Rose Junior, D., Vasconcellos, E., Simões, A. C., & Medalha, J. (1996). Padrão de comportamento do “stress” em atletas de alto nível. Revista Paulista De Educação Física, 10(2), 139-145. https://doi.org/10.11606/issn.2594-5904.rpef.1996.138544
Seção
Artigos Originais