Capital Turístico e as Teorias Sociais de Marx, Bourdieu e Putnam

Autores

  • Marcelo da Silva Taveira Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-4867.v27i1p4-21

Palavras-chave:

Capital turístico, Capital econômico, Capital simbólico, Capital social.

Resumo

A finalidade dessa análise é promover o debate teórico-metodológico sobre as bases conceituais da construção de um novo conceito no campo do saber turístico, denominado de capital turístico.  Tal assunto tem como intuito o aprofundamento empírico e teórico desse conceito, cuja inspiração deu-se a partir das teorias sociais de Karl Marx (capital econômico), Pierre Bourdieu (capital simbólico) e Robert Putnam (capital social). Nessa perspectiva, entende-se que o capital turístico é o legado econômico, social e simbólico proporcionado por fatores técnicos, científicos, informacionais, empresariais e públicos, com participação de organizações governamentais e não governamentais e das comunidades, materializado e desenvolvido em lugares apropriados pelo turismo articulados com os outros lugares. Entretanto, fez-se necessário uso da abordagem metodológica de natureza qualitativa e análise crítica para o processo reflexivo da discussão aqui posta. Assim, o conceito de capital turístico apresenta-se como mais uma contribuição teórica aos estudos e pesquisas para a melhor compreensão do fenômeno turístico no cenário contemporâneo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo da Silva Taveira, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Bacharel em Turismo; Especialista em Meio Ambiente e Políticas Públicas; Mestre em Geografia pela UFRN e Doutor em Ciências Sociais/UFRN. Professor do Curso de Turismo da UFRN/CERES/DCSH.

Downloads

Publicado

2016-04-30

Como Citar

Taveira, M. da S. (2016). Capital Turístico e as Teorias Sociais de Marx, Bourdieu e Putnam. Revista Turismo Em Análise, 27(1), 4-21. https://doi.org/10.11606/issn.1984-4867.v27i1p4-21

Edição

Seção

Artigos e Ensaios