O Produto Turístico All Inclusive na Ilha de Tenerife, Espanha: características, problematizações e desafios

Autores

  • Christianne Luce Gomes UFMG
  • Joyce Kimarce do Carmo Pereira UFMG

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-4867.v27i1p108-130

Palavras-chave:

All Inclusive - Todo Incluido, Turistas, Viagem.

Resumo

Este artigo é fruto de uma pesquisa que objetivou compreender as características e influências da modalidade de viagem All Inclusive (Todo Incluido –TI) na ilha de Tenerife, na Espanha. A investigação foi guiada pelos questionamentos: Como esse produto se configura em Tenerife, e quem são os turistas que o consomem? De que maneira o TI é apreendido pelos turistas? Os turistas que adquirem o TI têm motivação para visitar outros atrativos turísticos da ilha? A metodologia baseou-se na pesquisa bibliográfica, documental e realização de entrevistas com turistas TI hospedados em dois hotéis da região, especialistas em Turismo e Hotelaria, e animadores de hotel. Os resultados evidenciaram que a principal motivação para adquirir o TI está relacionada ao preço acessível. Os depoentes alegaram disposição para consumir os produtos, benefícios e variedade de serviços ofertados no próprio empreendimento, o que acaba retendo os turistas dentro dos hotéis e inibindo visitas a outros atrativos. Quase todos os turistas entrevistados (20 dos 23) não tinham pretensão de sair do hotel para conhecer os demais atrativos da região para evitar gastos extras. Os entrevistados acreditam que o pacote proporciona tranquilidade, descanso, lazer, comodidade e liberdade. Foi possível verificar que o pacote TI é regido basicamente pelo poder privado, têm causado um grande impacto nos demais serviços, equipamentos e atrativos turísticos da região, está em constante crescimento e carece de regulamentação por meio de políticas públicas de turismo de caráter intersetorial a fim de minimizar os efeitos gerados pelo produto.

.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Christianne Luce Gomes, UFMG

Doutora em Educação pela Universidade Federal de Minas Gerais, com Pós-doutorado em Ciências Políticas e Sociais (Univ. Nac. de Cuyo, Mendoza/Argentina). É professora Associada da UFMG, onde ingressou como docente efetiva em 1996. Professora da graduação em Educação Física e em Turismo; leciona, orienta e pesquisa na pós-graduação - Mestrado e Doutorado Interdisciplinar em Estudos do Lazer. Foi a primeira coordenadora do Mestrado em Lazer, único do Brasil, e subcoordenadora do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer, o único da América Latina. É líder do Grupo OTIUM - Lazer, Brasil & América Latina e do Grupo de Pesquisa LUCE - Ludicidade, Cultura e Educação (UFMG/CNPq). Integra o Comitê coordenador do Centro de Estudos Latino-americanos (CELA) da Diretoria de Relações Internacionais da UFMG. Foi coordenadora institucional de pesquisa multidisciplinar de desenvolvimento tecnológico e inovação sobre megaeventos esportivos, solicitada pelo CNPq à UFMG/Pró-Reitoria de Pesquisa. É integrante da Equipe Gestora/coordenadora dos processos formativos de Programas Sociais desenvolvidos pelo Ministério do Esporte em âmbito nacional (PELC e Vida Saudável). É Editora da Revista Brasileira de Estudos do Lazer (RBEL) e Membro do Conselho Editorial/Parecerista de periódicos brasileiros e estrangeiros indexados nas áreas de Turismo, Educação Física e Educação. Participa de sociedades científicas no Brasil e no exterior. Publicou vários livros e artigos sobre a temática do lazer. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq (2015-2018); foi Pesquisadora DTI-A (CNPq, 2013-2014), do Programa Pesquisador Mineiro PPM/FAPEMIG (2008-2014) e da Rede Cedes/Ministério do Esporte (desde 2006).

Joyce Kimarce do Carmo Pereira, UFMG

Bacharel em Turismo e Mestranda em Estudos do Lazer pela Universidade Federal de Minas Gerais. Foi bolsista de Iniciação Científica pela FAPEMIG (2011-2012). Tem experiência com iniciação à docência e organização de eventos. Atuou em diversos projetos desenvolvidos pela UFMG: Observatório de Turismo - Rota das Grutas de Lund (2012); Gestão Responsável do Turismo (2012); Programa Bem-vindo (2013); Reinventando o Ensino Médio (2013). Apresentou um trabalho sobre a pesquisa que recebeu distinção, por relevância acadêmica, da Pró-Reitora de Pesquisa da UFMG.  Integra o grupo de pesquisa Otium/UFMG.

Downloads

Publicado

2016-04-30

Como Citar

Gomes, C. L., & Pereira, J. K. do C. (2016). O Produto Turístico All Inclusive na Ilha de Tenerife, Espanha: características, problematizações e desafios. Revista Turismo Em Análise, 27(1), 108-130. https://doi.org/10.11606/issn.1984-4867.v27i1p108-130

Edição

Seção

Artigos e Ensaios