Reflexões sobre a Modernização e Desumanização dos Serviços Turísticos

Autores

  • Esteban Arias Castañeda Universidad Politécnica Estatal del Carchi (UPEC).

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-4867.v28i2p245-253

Palavras-chave:

Modernização, Desumanização, Serviços de turismo, Turismo.

Resumo

É conhecida a relação entre o turismo e a tecnologia, ou melhor, a adequação desta aos processos de serviços de turismo, que beneficiam a experiência do viajante. Os avanços tecnológicos impactam beneficamente a rentabilidade da empresa, mas é possível que a tecnificação possa contribuir para remover o humano da atividade turística, devido à dependência de dispositivos e ferramentas que separam homem de si mesmo. No desejo
humano de querer saber e prever tudo, caiu-se em uma ideia de sentido antropocêntrico, que é caracterizada pela premissa do domínio do homem sobre a natureza para o bemestar e do progresso; daí resulta a perda iminente de significado original. É necessário refletir que a técnica ou tecnologia deve ser exclusivamente uma ferramenta para devolver o humano ao turismo, e não para substituí-lo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Esteban Arias Castañeda, Universidad Politécnica Estatal del Carchi (UPEC).

PhD in Tourism Studies from Universidad Politécnica Estatal del Carchi (UPEC).

Publicado

2017-08-29

Como Citar

Arias Castañeda, E. (2017). Reflexões sobre a Modernização e Desumanização dos Serviços Turísticos. Revista Turismo Em Análise, 28(2), 245-253. https://doi.org/10.11606/issn.1984-4867.v28i2p245-253

Edição

Seção

Artigos e Ensaios