Produção científica sobre eventos

análise bibliométrica entre 2000 e 2019

Autores

  • Maria Carolina de Andrade José Universidade de São Paulo
  • Giliard Sousa Ribeiro Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-4867.v31i3p518-537

Palavras-chave:

Eventos, Bibliometria, Produção de conhecimento

Resumo

Buscando sistematizar o conhecimento científico sobre o setor de eventos, o presente artigo apresenta pesquisa bibliométrica realizada em vinte periódicos na área do Turismo, considerando artigos publicados em português e espanhol, publicados entre 2000 e 2019. Na década de 2000, a investigação científica sobre o tema obteve intenso crescimento internacional. Porém, no contexto nacional, a produção acadêmica sobre eventos ainda é considerada escassa e voltada para gestão de eventos. Nos vinte periódicos investigados, foram encontrados 324 artigos sobre eventos. Sendo a maioria sobre eventos culturais e megaeventos esportivos. A quantidade de artigos identificados teve crescimento progressivo anual desde 2013. Porém, apenas 4,9% do total da amostra de artigos publicados pelas revistas abordavam a temática. Assim, considera-se que a publicação de estudos sobre eventos ainda é ínfima na área de Turismo e Hospitalidade. A pesquisa apresentou o início de um processo de diversificação da produção científica sobre eventos, porém há um lapso entre a produção acadêmica e o desenvolvimento do mercado de eventos, especialmente em relação ao tipo de evento que precisa ser investigado. Os eventos comerciais e sociais foram ignorados pelo conhecimento científico da área, até então.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Carolina de Andrade José, Universidade de São Paulo

Mestre em Estudos Culturais pela Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, São Paulo, Brasil.

Giliard Sousa Ribeiro, Universidade Federal Fluminense

Mestre em Cultura e Territorialidades pela Universidade Federal Fluminense. Docente dos cursos Técnico em Eventos e Técnico em Turismo Receptivo no Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza. São Paulo, São Paulo, Brasil.

Referências

Araújo, C. A. (2006). Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão. 12(1), 11-32. https://seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/16.

Camelo, P. M., & Coelho-Costa, E. R. (2016). Semanas de Moda e o Turismo de Eventos no Brasil. Revista Rosa dos Ventos - Turismo e Hospitalidade. 8(3), 301-310. http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/rosadosventos/article/view/4053/pdf.

Cesca, C. G. G. (2008). Organização de eventos – Manual para planejamento e execução. São Paulo: Summus.

Chueke, G. V., & Amatucci, M. (2015) O que é bibliometria? Uma introdução ao Fórum. Internext – Revista Eletrônica de Negócios Internacionais. 10(2), 1-5. https://internext.espm.br/internext/article/view/330.

Ernesto Filho, I., Chiarelli Milito, M., & Ferreira de Farias, M. (2018). Inovação em turismo e eventos: uma análise bibliométrica. Revista Interdisciplinar em Turismo e Território, 6(10), 58 - 71. https://doi.org/10.26512/revistacenario.v6i10.18756

Guerreiro, B., Bridi, G. (2015). Eventos gastronômicos como vetores para o desenvolvimento turístico. Um estudo de caso da FENADOCE Pelotas-RS. Fólio - Revista Científica Digital - Jornalismo, Publicidade e Turismo. 1. https://www.metodista.br/revistas/revistas-ipa/index.php/folio/article/view/209.

Mané, A. N. M., Da Costa, J. R., & Ferreira. L. V. F. (2015). A Produção Científica em Eventos Corporativos e Turismo de Negócios: uma análise das pesquisas apresentadas no Seminário da ANPTUR de 2005 a 2014. XII Seminário Anual da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Turismo. http://arquivos.info.ufrn.br/arquivos/2016094132f01d29973461fbef24644c4/Eventos_corporativos_ANPTUR.pdf

Marinho, A. C. X. (2016). A produção científica mundial na área de turismo e eventos no período de 1989 a 2011: estudo bibliométrico. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Turismo). Universidade Federal Fluminense, Faculdade de Turismo e Hotelaria. Niterói.

Marujo, N. (2014). Os eventos turísticos como campo de estudo académico. TURYDES - Turismo y Desarollo Sustenible. 17. http://www.eumed.net/rev/turydes/17/eventos.html.

Matias, M. (2004). Organização de eventos: procedimentos e técnicas. 3ª ed. Barueri: Manole, 2004.

Terra Online (2019). Mercado de eventos cresce e indústrias brasileiras investem no segmento para consolidar novos negócios. 03 Abr. 2019, https://www.terra.com.br/noticias/dino/mercado-de-eventos-cresce-e-industrias-brasileiras-investem-no-segmento-para-consolidar-novos-negocios,459b0c9114285bda4cf70ecfac4dbd33atsmo5h1.html.

Nakane, A. (2012). Eventos virtuais: Fato ou tendência no cenário brasileiro? TURYDES – Turismo y Desarollo Sustenible. 5 (13). https://www.eumed.net/rev/turydes/13/eventos-virtuais-brasil.html.

Nazari, M. T., Ávila, G. O. L., Camilotto, S., Wolf, S., Corrêa, L. B., & Pereira. G. S. (2014). A Produção Científica Sobre Eventos Turísticos, Megaeventos Esportivos e a Dimensão Ambiental no SeminTUR. V Semintur Jr. https://www.ucs.br/site/midia/arquivos/a_producao_cientifica.pdf.

Page, S. J., Connell, J. (2012) . The Routledge Handbook of Events. Londres: Routledge.

Pereira, G. S., Ávila, G. O. L., & Camilotto, S. (2014). A produção científica sobre eventos turísticos, megaeventos esportivos e a dimensão ambiental no Seminário ANPTUR. XII Seminário Anual da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Turismo. https://www.anptur.org.br/anais/anais/files/11/138.pdf.

Pereira, G., Camilotto, S., De Conto, S. M. (2018). Produção do conhecimento sob a dimensão ambiental em eventos turísticos e megaeventos esportivos: uma análise dos periódicos vinculados a programas nacionais de pós-graduação em Turismo. Revista Rosa dos Ventos - Turismo e Hospitalidade. 10(1). http://www.ucs.br/etc/revistas/index.php/rosadosventos/article/view/5064/pdf.

Rosvadoski-da-Silva, P., Deboçã, L. P., Hocayen-da-Silva A. J., & Veiga, R. T. (2012). Uma análise da produção científica nos periódicos de turismo sobre o tema comportamento do consumidor em turismo. Turismo - Visão e Ação. 14(1). https://siaiap32.univali.br/seer/index.php/rtva/article/view/2233.

Santos, G. C. O., Cabral, B. C. O., Gosling, M. S., & Christino, J. M. M. (2017). As redes sociais e o turismo: uma análise do compartilhamento no Instagram do Festival Cultura e Gastronomia de Tiradentes. Revista Iberoamericana de Turismo. 7 (2). http://www.seer.ufal.br/index.php/ritur/article/view/3126/2652.

SEBRAE. (2015). Turismo de negócios e eventos: Oportunidades para os pequenos empresários. Boletim de Inteligência Dezembro. 10 Jul. 2020, http://www.bibliotecas.sebrae.com.br/chronus/ARQUIVOS_CHRONUS/bds/bds.nsf/fc664c6f5670e0c36bd14c8831dc659a/$File/5848.pdf.

Sidone, O., Haddad, E., & Mena-Chalco, J. (2016). A Ciência nas Regiões Brasileiras: Evolução da Produção e das Redes de Colaboração Científica. TransInformação. 28. 15-32. https://doi.org/10.1590/2318-08892016002800002.

Silva, A. C., Braga, D. C., & Romano, F. S. (2016). Megaeventos e turismo: um estudo bibliométrico dos periódicos brasileiros de turismo. Revista Turismo - Visão e Ação. 18 (3). https://siaiap32.univali.br/seer/index.php/rtva/article/view/9196/5108.

Soares, S. V., Picolli, I. R. A., & Casagrande, J. L. (2018). Pesquisa Bibliográfica, Pesquisa Bibliométrica. Administração: Ensino e Pesquisa. 19(2). 308-339 http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=533557910005.

Souza, M. J. B., Pimentel-Filho, G., & Faria, S. (2007). Análise bibliométrica da produção científica em turismo publicada nos anais do ENANPAD. Anais do IV Seminário da Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-Graduação em Turismo. Universidade Anhembi Morumbi. https://www.anptur.org.br/anais/anais/files/4/170.pdf.

SPTURIS (2019). São Paulo: cidade do mundo. Dados e fatos dos eventos, viagens e turismo na capital paulista. Observatório do Turismo. 03 Abr. 2019, http://www.observatoriodoturismo.com.br/.

Vieira, J. M. (2015). Eventos e Turismo: Planeamento e Organização: da teoria à prática. Lisboa: Edições Sílabo Lda.

Tenan, I. P. S. (2002). Eventos. São Paulo: Aleph. Coleção ABC do Turismo.

Zanella, L. C. (2003). Manual de organização de eventos: planejamento e

operacionalização. São Paulo: Atlas.

Zitta, C. (2014). Organização de eventos: Da ideia à realidade. 5ᵃ ed. Brasília: SENAC.

Downloads

Publicado

2020-12-02

Como Citar

José, M. C. de A., & Ribeiro, G. S. (2020). Produção científica sobre eventos: análise bibliométrica entre 2000 e 2019. Revista Turismo Em Análise, 31(3), 518-537. https://doi.org/10.11606/issn.1984-4867.v31i3p518-537

Edição

Seção

Artigos e Ensaios