Relações entre visitantes e visitados: um retrospecto dos estudos socioantropológicos

Autores

  • Margarita Barretto Universidade de Caxias do Sul - USC

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1984-4867.v15i2p133-149

Palavras-chave:

visitantes e visitados, relações sociais, diferença sociocultural.

Resumo

Após a Segunda Guerra Mundial, muito foi escrito sobre o potencial do turismo para promover o entendimento entre os povos, mas essa visão não é compartida nem por todas as organizações sociais nem por todos os intelectuais. Este artigo apresenta estudos realizados em diversas partes do mundo que sugerem que a relação entre visitantes e visitados, apesar de ter uma característica comum, qual seja a efemeridade, difere em função de vários fatores condicionantes, tais como diferença social, econômica, cultural e étnica. Também varia em função do comportamento dos turistas, que, por sua vez, está condicionado a outros fatores, como nível educacional e motivação para viajar, e da atitude dos diversos setores da população local, que também está subordinada aos efeitos que o turismo provoca na sua vida cotidiana ao longo do tempo.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Margarita Barretto, Universidade de Caxias do Sul - USC
    Professora do mestrado acadêmico em Turismo da Universidade de Caxias do Sul- UCS; assessora científica do curso de Turismo do Instituto de Educação Superior Luterano de Santa Catarina - lELUSC.

Downloads

Publicado

2004-11-13

Edição

Seção

Artigos e Ensaios

Como Citar

BARRETTO, Margarita. Relações entre visitantes e visitados: um retrospecto dos estudos socioantropológicos. Revista Turismo em Análise, São Paulo, Brasil, v. 15, n. 2, p. 133–149, 2004. DOI: 10.11606/issn.1984-4867.v15i2p133-149. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rta/article/view/62663.. Acesso em: 20 jul. 2024.