Necessidades das famílias em enfermaria pediátrica: a percepção dos próprios atores

Autores

  • Regina Helena Vitale Torkomian Joaquim Universidade Federal de São Carlos UFSCar
  • Letícia Maria Barbano Universidade Federal de São Carlos UFSCar
  • Tatiana Barbieri Bombarda Universidade Federal de São Carlos UFSCar

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v28i2p181-189

Palavras-chave:

Família, Hospitalização, Cuidado da criança, Humanização da assistência, Quartos de pacientes/normas.

Resumo

O presente trabalho visou identificar a percepção de familiares sobre suas necessidades na vivência do processo de hospitalização infantil. Por meio do uso da técnica de grupo focal, foram realizados 11 encontros com um total de 36 familiares participantes. Os dados obtidos foram analisados pela Análise de Conteúdo Temática e agrupados em quatro categorias: desgaste psicoemocional, modificação de rotina, ambiente hospitalar e recursos de suporte. Diante dos apontamentos, verificou-se que as necessidades proferidas pelos familiares vinculam-se a problemáticas relacionadas ao ambiente físico hospitalar, à postura profissional, a dinâmica do serviço e a própria vivência do adoecimento e hospitalização. Concluiu-se que as demandas apresentadas são multidimensionais, visto perpassarem por questões emocionais, organizacionais e relacionadas a rupturas de seu cotidiano. Deste modo, se faz necessário incluir o familiar cuidador na assistência, fator que exige o desenvolvimento de um trabalho interdisciplinar efetivo, sendo o terapeuta ocupacional um profissional potencial para auxiliar na minimização das dificuldades estratificadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Regina Helena Vitale Torkomian Joaquim, Universidade Federal de São Carlos UFSCar

Departamento de Terapia Ocupacional.
Programa de Pós-Graduação em Terapia Ocupacional.
Programa de Pós-Graduação em Gestão da Clínica

Letícia Maria Barbano, Universidade Federal de São Carlos UFSCar

Departamento de Terapia Ocupacional

Tatiana Barbieri Bombarda, Universidade Federal de São Carlos UFSCar

Departamento de Terapia Ocupacional

Publicado

2017-10-25

Como Citar

Joaquim, R. H. V. T., Barbano, L. M., & Bombarda, T. B. (2017). Necessidades das famílias em enfermaria pediátrica: a percepção dos próprios atores. Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 28(2), 181-189. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v28i2p181-189

Edição

Seção

Artigo Original