Estágio de terapia ocupacional no programa da saúde da família: reflexões sobre uma parceria didático-assistencial entre o reata/USP e o PSF/QUALIS-SP

Autores

  • Eucenir Fredini Rocha USP; FM; Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional
  • Priscila Narimoto Shimizu USP; Faculdade de Medicina; Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional; Laboratório de Estudos e Pesquisa em Reabilitação e Tecnologia Assistiva
  • Lorena Martinez Barrales Fundação Zerbini; QUALIS; Programa da Saúde da Família

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v13i3p104-110

Palavras-chave:

Terapia Ocupacional^i1^stendênc, Saúde da família, Formulação de projetos, Planejamento de assistência ao paciente^i1^stendênc, Pessoas deficientes^i1^sreabilita, Terapia ocupacional^i1^srecursos huma, Serviços de saúde^i1^stendênc

Resumo

Em sintonia com as mais recentes propostas de atenção à saúde e reabilitação das pessoas com deficiência, em 2001, o curso de Terapia Ocupacional, da FMUSP, passou a oferecer um programa de estágio, em parceria com o PSF-Programa da Saúde da Família / QUALIS - Fundação Zerbini, do município de São Paulo - Zona Sudeste, aos alunos dos 7º e 8º semestres. Essa experiência tem proporcionado aos alunos a oportunidade de articular os fundamentos teóricos à atuação prática com a população portadora de deficiência. Os resultados têm sido benéficos tanto para os estudantes, como para a clientela e para a própria academia. Os alunos beneficiam-se de uma formação profissional em saúde pública, na rede de atenção básica, em conjunto com outras equipes (saúde da família, saúde bucal, saúde mental e especialistas). A clientela é beneficiada com atenção focada em suas necessidades, na região de sua moradia, e a academia se enriquece ao permitir uma postura mais crítica frente à estruturação dos estágios, capaz de vislumbrar além dos princípios reducionistas médico-organicistas. De modo a atender os interesses e as necessidades da clientela com deficiência, o estágio da TO, em parceria com o PSF/QUALIS, fundamenta-se nos princípios da inclusão e em ações que buscam o desmonte da exclusão social. As diversas modalidades de atendimento oferecidas são focadas nas necessidades do indivíduo, do grupo e da comunidade, tendo por base o território adstrito. Todas as ações buscam a conquista da autonomia e independência da pessoa com deficiência, através do desenvolvimento de seu poder pessoal para tomar suas próprias decisões e assumir o controle de suas vidas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2002-12-01

Como Citar

Rocha, E. F., Shimizu, P. N., & Barrales, L. M. (2002). Estágio de terapia ocupacional no programa da saúde da família: reflexões sobre uma parceria didático-assistencial entre o reata/USP e o PSF/QUALIS-SP . Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 13(3), 104-110. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v13i3p104-110

Edição

Seção

Artigo Original