Efeitos fisiológicos da imersão e sua relação com a privação sensorial e o relaxamento em hidroterapia

Autores

  • Márcia Gouveia da Cunha USP; Faculdade de Medicina; Programa de Pós-graduação em Fisiopatologia Experimental
  • Fátima Aparecida Caromano USP; Faculdade de Medicina; Departamento de Fisioterapia, Fonoaudiologia e Terapia Ocupacional

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v14i2p95-103

Palavras-chave:

Hidroterapia, Fisioterapia^i1^sméto, Pivação sensorial^i1^sfisiolo, Imersão, Relaxamento^i1^sfisiolo

Resumo

O objetivo deste artigo é discutir os conceitos e diferentes estudos relacionados ao estado de relaxamento, e as diferentes abordagens usadas na hidroterapia. Diferentes técnicas têm sido aplicadas com a finalidade de alcançar o estado de relaxamento, contudo, este estudo se deterá na descrição das abordagens mais utilizadas na hidroterapia e psicologia, e relação entre os efeitos fisiológicos da imersão e a privação sensorial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2003-08-01

Como Citar

Cunha, M. G. da, & Caromano, F. A. (2003). Efeitos fisiológicos da imersão e sua relação com a privação sensorial e o relaxamento em hidroterapia . Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 14(2), 95-103. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v14i2p95-103

Edição

Seção

Artigo Original