Comparação do desempenho funcional de crianças com visão subnormal e crianças com desenvolvimento normal aos 2 e 6 anos de idade

Autores

  • Marisa Cotta Mancini Universidade Federal de Minas Gerais; Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional; Departamento de Terapia Ocupacional
  • Marcela Aline Fernandes Braga Universidade Federal de Minas Gerais; Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional; Departamento de Terapia Ocupacional
  • Karolina Alves Albuquerque Universidade Federal de Minas Gerais; Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • Thalita Maria Vasconcelos Ramos Universidade Federal de Minas Gerais
  • Paula Silva de Carvalho Chagas Universidade Federal de Juiz de Fora; Faculdade de Fisioterapia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v21i3p215-222

Palavras-chave:

Baixa visão, Devenvolvimento humano, Criança

Resumo

A visão é um sentido fundamental para o ser humano, pois fornece informações diferenciadas de outros sentidos. Existe uma associação entre visão e desenvolvimento, de forma que a redução das capacidades visuais pode comprometer a funcionalidade e a independência, bem como certas áreas do desenvolvimento infantil. O objetivo deste estudo foi comparar a funcionalidade de crianças com visão subnormal e crianças com desenvolvimento normal nas idades de dois e seis anos. Neste estudo transversal foram avaliadas 30 crianças, sendo 14 com dois anos e 16 com seis anos. Elas foram subdivididas em dois grupos, crianças com desenvolvimento normal e crianças com visão subnormal e avaliadas com o teste Inventário de Avaliação Pediátrica de Incapacidade (PEDI). Foi feito equivalência entre os grupos de acordo com o sexo e nível socioeconômico da família. Os resultados sugerem que crianças de dois anos de idade com visão subnormal apresentam menor repertório de habilidade de autocuidado e de mobilidade e necessitam de maior assistência do cuidador, quando comparadas a crianças de mesma idade com desenvolvimento normal. Porém, tais diferenças não se manifestam aos seis anos, já que as crianças com visão subnormal apresentaram desempenho inferior na área de autocuidado, mas não foram observadas diferenças na mobilidade. Os resultados deste estudo contribuem para delinear o perfil funcional de crianças com visão subnormal, indicando as áreas que necessitam ser priorizadas nas ações terapêuticas, direcionando o processo de intervenção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-12-01

Como Citar

Mancini, M. C., Braga, M. A. F., Albuquerque, K. A., Ramos, T. M. V., & Chagas, P. S. de C. (2010). Comparação do desempenho funcional de crianças com visão subnormal e crianças com desenvolvimento normal aos 2 e 6 anos de idade . Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 21(3), 215-222. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v21i3p215-222

Edição

Seção

Artigo Original