A inserção da reabilitação psicossocial nos serviços extra-hospitalares de saúde mental: o conflito entre racionalidade instrumental e racionalidade prática

Autores

  • Regina Célia Fiorati Centro Universitário de Araraquara; Departamento de Ciências Biológicas e da Saúde
  • Toyoko Saeki Universidade de São Paulo; Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v22i1p76-84

Palavras-chave:

Terapia ocupacional, Reabilitação, Centros de reabilitação, Serviços de saúde mental, Psiquiatria

Resumo

A partir de uma pesquisa desenvolvida no município de Ribeirão Preto, SP, realizada em dois serviços extra-hospitalares de saúde mental, um Ambulatório Regional de Saúde Mental e um Centro de Atenção Psicossocial II, objetivou-se estudar a organização dos serviços extra-hospitalares, os projetos terapêuticos desses serviços e a inserção da reabilitação psicossocial nos projetos terapêuticos. A pesquisa foi realizada com base em metodologia qualitativa, como técnicas de coleta de dados utilizou-se entrevistas semidiretivas e grupos focais, e a análise dos dados foi realizada com base em referencial hermenêutico dialético de Jürgen Habermas, seguindo uma técnica interpretativa reconstrutiva. Os resultados foram a identificação de que o trabalho nesses serviços se organiza com centralidade no trabalho clínico-psiquiátrico, enfatiza o diagnóstico e a patologia, o tratamento centrado no medicamento e a reabilitação psicossocial é secundarizada nos projetos e ações disponibilizadas aos usuários. O artigo traz discussão sobre parte desse estudo no que diz respeito à inserção da reabilitação psicossocial nos serviços estudados, enfocando o assunto sob o prisma do conflito entre dois tipos de racionalidade, a instrumental e a prática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-04-01

Como Citar

Fiorati, R. C., & Saeki, T. (2011). A inserção da reabilitação psicossocial nos serviços extra-hospitalares de saúde mental: o conflito entre racionalidade instrumental e racionalidade prática . Revista De Terapia Ocupacional Da Universidade De São Paulo, 22(1), 76-84. https://doi.org/10.11606/issn.2238-6149.v22i1p76-84

Edição

Seção

Artigo Original