O tempo ficcional literário e seus modelos

Autores

  • Andrey Kofman Instituto A. M. Górki de Literatura Mundial da Academia Russa de Ciências

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-4765.rus.2020.168663

Palavras-chave:

O tempo objetivo, O tempo subjetivo, O tempo histórico, O tempo mitológico, O tempo reversível

Resumo

O artigo descreve as características do tempo artístico na literatura e seus modelos básicos, enquanto as disposições teóricas são ilustradas por exemplos da literatura russa. A especificidade do tempo artístico é revelada em comparação com o tempo objetivo. Mostra-se que as principais características do tempo objetivo, como objetividade, linearidade, irreversibilidade, monotonia e continuidade no tempo artístico não são mantidas, é sempre tempo subjetivo. Isso é evidente na análise do modelo de tempo histórico, que afirma reproduzir o tempo objetivo. A seguir, consideramos quatro modelos de tempo mais usados ​​na literatura: o tempo mitológico se distingue por seu caráter cíclico, o tempo reversível que se move do presente para o passado, o modelo de atemporalidade ou tempo parado e o modelo de tempo integrador, que representa, numa unidade indivisível, o passado, o presente e o futuro existentes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-18

Como Citar

Kofman, A. (2020). O tempo ficcional literário e seus modelos. RUS (São Paulo), 11(17), 166-189. https://doi.org/10.11606/issn.2317-4765.rus.2020.168663