Antropofagia Distópica de um País em Crise

  • Beatriz Azevedo Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Antropofagia, Distopia, Oswald de Andrade, O rei da vela

Resumo

Este é um ensaio sobre antropofagia distópica em um país perpetuamente em crise, partindo da peça teatral O rei da vela, procurando revelá-la enquanto versão “em negativo” das utopias do Manifesto Antropófago de 1928. Expondo a concepção de Oswald de Andrade sobre aquilo que chamou de “baixa antropofagia”, este ensaio diferencia a Antropofagia (em sentido ritual como economia simbólica da alteridade) do Canibalismo (em sentido de degradação e exploração capitalista).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Beatriz Azevedo, Universidade Estadual de Campinas

Doutora em Artes da Cena Universidade Estadual de Campinas Artista e pesquisadora www.beatrizazevedo.com

Publicado
2019-08-30
Como Citar
Azevedo, B. (2019). Antropofagia Distópica de um País em Crise. Sala Preta, 19(1), 47-63. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v19i1p47-63
Seção
SALA ABERTA