A experiência do teatro: de John Dewey ao espectador do teatro contemporâneo

Autores

  • Leonel Martins Carneiro Escola de Comunicação e Artes Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v13i2p56-71

Palavras-chave:

Arte, Espectador, Experiência, Teatralidade, Teatro da Vertigem.

Resumo

Este trabalho discute a experiência do espectador de teatro. Tal reflexão é embasada na construção histórica do conceito de experiência, que passa a ser aplicado à fruição da arte a partir da década de 1930, por John Dewey. Na esteira das ideias de Dewey, faz-se uma breve reflexão sobre o uso do conceito de experiência na teoria e sobre as vivências práticas do espectador contemporâneo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2013-12-15

Como Citar

Carneiro, L. M. (2013). A experiência do teatro: de John Dewey ao espectador do teatro contemporâneo. Sala Preta, 13(2), 56-71. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v13i2p56-71