[1]
V. T. Machado, “O olhar no limite da perpepção”, Sala Preta, vol. 15, nº 2, p. 188-197, dez. 2015.