[1]
L. Marfuz, “Máquina e sensibilidade: plataformas instáveis de atuação no teatro de Beckett”, Sala Preta, vol. 12, nº 2, p. 105-113, dez. 2012.