Epistemología del Sur: una visión descolonial a los Objetivos de Desarrollo Sostenible

Autores

  • Javier Collado Ruano

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2016.119065

Palavras-chave:

epistemología del sur, pensamiento fronterizo, transdisciplinariedad, globalización, estudios subalternos, paradigma otro, Objetivos de Desarrollo Sostenible, ecología de saberes, sistema-mundo, capitalismo.

Resumo

O objetivo de pesquisa do presente artigo é identificar as diferentes perspectivas epistemológicas e metodológicas que tem emergido desde o Sul global. Aborda-se também o surgimento da globalização e os processos transfronteiriços da mudança climática a partir da chamada “epistemologia do Sul”. Como resultado, a necessidade de criar pontes transculturais entre os povos do mundo para superar a encruzilhada paradigmática onde estamos como sistema-mundo, com o fim de alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável estabelecidos pelos manifestos das Nações Unidas do ano 2030.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-08-15

Como Citar

Ruano, J. C. (2016). Epistemología del Sur: una visión descolonial a los Objetivos de Desarrollo Sostenible. Sankofa (São Paulo), 9(17), 137-158. https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2016.119065

Edição

Seção

Artigos