As Raízes dos Conflitos entre o Norte e o Sul do Sudão: O Processo de Formação do Estado-Nação (1930-1956)

Autores

  • Frederico Souza de Queiroz Assis Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2008.88728

Palavras-chave:

Sudão, Condomínio Anglo-Egípcio, Nacionalismos, Conflitos Armados

Resumo

Este artigo tem como objetivo central identificar as raízes dos conflitos entre o norte e o sul do Sudão, a partir do estudo do processo de formação de seu Estado-nação. A partir do estabelecimento da Southern Policy (1930) – marco fundamental dentro do projeto mais amplo da administração colonial em distinguir as regiões norte e sul do Sudão –, privilegia-se compreender os aspectos mais relevantes, entre 1930 e 1956, no Sudão, levando-se em conta a formação das identidades coletivas, nem sempre conciliáveis, no bojo do processo de construção do Estado-nação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Frederico Souza de Queiroz Assis, Universidade de São Paulo

Aluno do 8º período do Bacharelado em Relações Internacionais da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2008-12-06

Como Citar

Assis, F. S. de Q. (2008). As Raízes dos Conflitos entre o Norte e o Sul do Sudão: O Processo de Formação do Estado-Nação (1930-1956). Sankofa (São Paulo), 1(2), 7-36. https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2008.88728

Edição

Seção

Artigos