Roger Bastide e a Identidade Nagocêntrica

Autores

  • Arilson S. de Oliveira Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2008.88732

Palavras-chave:

Roger Bastide, Identidade, Nagocentrismo

Resumo

O artigo debate a produção de Roger Bastide sobre o Candomblé no Brasil tendo em vista as críticas feitas ao longo do tempo à obra deste sociólogo e antropólogo. Procura, assim, pontuar os avanços nos estudos sobre as religiões afro-brasileiras a partir do levantamento de discussão bibliográfica e seus desdobramentos na obra de Bastide.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arilson S. de Oliveira, Universidade de São Paulo

Bacharel em História, mestre em Sociologia e doutorando em História Social pela Universidade de São Paulo (USP). Tem experiência na área de História e Sociologia, com ênfase em História Intelectual, Sociologia da Religião e História da Religião. Foi mestrando do Dr. Lísias Negrão, um dos maiores especialistas em Candomblé do Brasil.

Downloads

Publicado

2008-12-06

Como Citar

Oliveira, A. S. de. (2008). Roger Bastide e a Identidade Nagocêntrica. Sankofa (São Paulo), 1(2), 82-96. https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2008.88732

Edição

Seção

Artigos