Liberdade cidadã e a Questão do Negro na I República: caso do Vale do Paraíba Fluminense

Autores

  • José Jorge Siqueira Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2012.88859

Palavras-chave:

Transição escravismo-capitalismo, Médio Vale do Paraíba Fluminense, Questão do Negro

Resumo

Trata-se das reflexões iniciais de um projeto de pesquisa desenvolvidas no âmbito do Programa de Mestrado em História Social da Universidade Severino Sombra, na busca de esclarecer aspectos da transformação estrutural da sociedade regional quando ela da passagem da escravidão para o capitalismo e a República. Mais precisamente, estamos interessados em contrapor o estudo dessa transformação estrutural concernente à tipologia das relações sociais de trabalho à forma peculiar de concentração do capital e à formulação de práticas e representações sociais, frente ao que viria se denominar a Questão do Negro. Partimos do princípio que esta última somente poderá ser minimamente entendida com radicalidade se atrelada àquelas transformações gerais, explicando-as e sendo por elas explicada – retirando-a de um caráter meramente pontual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Jorge Siqueira, Universidade Federal Fluminense, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia

Mestre em História pelo ICHF/UFF; doutor em História pelo IFCS/UFRJ. Foi pesquisador-associado junto ao Centro de Estudos Afro-Asiáticos da Universidade Candido Mendes, 1982/1986, onde ainda atua na Pós-Graduação em História da África e do Negro no Brasil. É professor no Programa de Mestrado em História da Universidade Severino Sombra/Vassouras.

Downloads

Publicado

2012-07-06

Como Citar

Siqueira, J. J. (2012). Liberdade cidadã e a Questão do Negro na I República: caso do Vale do Paraíba Fluminense. Sankofa (São Paulo), 5(9), 42-61. https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2012.88859

Edição

Seção

Artigos