A luta anticolonial angolana em Luandino e Pepetela

Autores

  • Vinicius Melleu Cione Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2012.88860

Palavras-chave:

Angola, Imperialismo, Literatura, Resistência

Resumo

Este artigo discute Luuanda e Nós, os do Makulusu de José Luandino Vieira e Mayombe de Pepetela, com base no contexto de luta anti-colonial em Angola a partir da 2ª. Guerra Mundial. Inicialmente, é traçado um breve histórico sobre o ultracolonialismo português e sobre a trajetória da resistência angolana. Depois, são apresentados alguns autores fundamentais para o debate da autodeterminação dos povos do chamado Terceiro Mundo, como Balandier, Memmi, N’krumah e Fanon. Por fim, são trabalhadas estas três obras, escritas por dois intelectuais do MPLA, profundamente engajados na luta por libertação nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vinicius Melleu Cione, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Bacharel em Relações Internacionais pela PUC/SP e em História pela Universidade de São Paulo. Analista político do Instituto Ágora em defesa do eleitor e da democracia.

Downloads

Publicado

2012-07-06

Como Citar

Cione, V. M. (2012). A luta anticolonial angolana em Luandino e Pepetela. Sankofa (São Paulo), 5(9), 64-88. https://doi.org/10.11606/issn.1983-6023.sank.2012.88860

Edição

Seção

Artigos