[1]
A. S. de Oliveira, “Roger Bastide e a Identidade Nagocêntrica”, Sankofa (São Paulo), vol. 1, nº 2, p. 82-96, dez. 2008.