O aprendizado de criminalística: interações entre as modalidades formal, informal e não-formal de educação

Autores

  • Rodrigo Grazinoli Garrido Instituto de Pesquisa e Perícias em Genética Forense - IPPGF, Departamento Geral de Polícia Técnico-Científica/PCERJ.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-2770.v15i1p10-15

Palavras-chave:

Ciência forense, Criminalística, Modalidades de ensino.

Resumo

O artigo avalia o trânsito do conhecimento criminalístico entre as vertentes do ensino informal, não-formal e

formal. Para tanto, foi realizado estudo descritivo transversal com alunos do Curso de Formação Profissional (CFP) de Peritos Criminais da Academia de Polícia Civil Sylvio Terra (ACADEPOL-PCERJ) e com alunos de Ensino Superior e Médio que buscaram mini-cursos na área de Criminalística. A partir da resposta de 202 questionários foi possível determinar claramente um ciclo informal-formal do ensino de Criminalística. Filmes e seriados de Televisão têm incrementado o interesse pela área, oferecendo um conhecimento prévio e levando à busca por cursos e palestras não formais. Os alunos do ensino formal também adquiriram conhecimentos prévios por meio destas mídias. Esse interesse pode ser aproveitado no Ensino Médio como fator de interdisciplinaridade e contextualização de conteúdos de ciências naturais. Já no Ensino Superior, deve propiciar o estabelecimento de cursos e habilitações em Criminalística. Dessa forma, devem-se formar profissionais com interesse pela área e, sobretudo, cidadãos mais conscientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rodrigo Grazinoli Garrido, Instituto de Pesquisa e Perícias em Genética Forense - IPPGF, Departamento Geral de Polícia Técnico-Científica/PCERJ.

Biomédico; Perito Criminal, Diretor do Instituto de Pesquisa e Perícias em Genética Forense - IPPGF, Departamento Geral de Polícia Técnico-Científica/PCERJ.

Downloads

Publicado

2010-06-07

Como Citar

Garrido, R. G. (2010). O aprendizado de criminalística: interações entre as modalidades formal, informal e não-formal de educação. Saúde, Ética & Justiça (e-ISSN 2317-2770), 15(1), 10-15. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2770.v15i1p10-15

Edição

Seção

Artigo