Identificação humana com a utilização de prótese total superior e de técnica de sobreposição de imagens

Autores

  • Luiz Airton Saavedra de Paiva Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FM/USP.
  • Ana Paula Alvarenga Antonio Rabelo Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo – FO/USP.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-2770.v15i1p40-45

Palavras-chave:

Cronotanatognose, Entomologia forense, Criminalistica.

Resumo

A determinação da identidade individual representa o objetivo principal na perícia antropológico-forense em

despojos humanos. Para tanto, utilizam-se técnicas fundamentadas na comparação entre dados de registro ante mortem com os obtidos pelo exame realizado no cadáver. A técnica de sobreposição de imagens, frequentemente utilizada no segmento crânio-facial, foi aplicada no caso apresentado como prova da adaptabilidade anatômica entre uma prótese dentária utilizada em vida e o rebordo alveolar e o palato do crânio periciado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Airton Saavedra de Paiva, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FM/USP.

Mestre e Doutor em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FM/USP.

Ana Paula Alvarenga Antonio Rabelo, Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo – FO/USP.

Especialista em Odontologia Legal pela Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo – FO/USP.

Downloads

Publicado

2010-06-07

Como Citar

Paiva, L. A. S. de, & Rabelo, A. P. A. A. (2010). Identificação humana com a utilização de prótese total superior e de técnica de sobreposição de imagens. Saúde, Ética & Justiça (e-ISSN 2317-2770), 15(1), 40-45. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2770.v15i1p40-45

Edição

Seção

Artigo