A prestação obrigacional do anestesiologista como obrigação de resultado: sistematização e análise crítica dos argumentos a favor

Autores

  • Sergio Domingos Pittelli Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP.
  • Mário Flávio Seixas Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-2770.v17i1p21-25

Palavras-chave:

Anestesiologia, Responsabilidade civil, Doença iatrogênica.

Resumo

Os autores abordam e sistematizam os argumentos favoráveis à consignação de obrigação de resultados à obrigação jurídica do anestesiologista. São identi

ficados os tipos de fundamentos e discutidas e exemplificadas as situações em que intervém a álea, considerando-se os momentos pré, intra e pós-anestésicos.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sergio Domingos Pittelli, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP.

Médico, mestre em ciências neurológicas pelo Departamento de Neurologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP e doutor em ciências pelo Departamento de Medicina Legal da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP. Advogado especializado na área da saúde.

Mário Flávio Seixas, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP.

Médico anestesiologista da Divisão de Neurocirurgia do Departamento de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FM/USP.

Downloads

Publicado

2012-06-07

Como Citar

Pittelli, S. D., & Seixas, M. F. (2012). A prestação obrigacional do anestesiologista como obrigação de resultado: sistematização e análise crítica dos argumentos a favor. Saúde, Ética & Justiça (e-ISSN 2317-2770), 17(1), 21-25. https://doi.org/10.11606/issn.2317-2770.v17i1p21-25

Edição

Seção

Artigo