O passado no presente: memória pessoal, memória coletiva, desencontros

Autores

  • Ismail Xavier Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2021.184411

Palavras-chave:

Memória e política, Afetos e responsabilidade histórica, Dignidade profissional e seus entraves

Resumo

Este artigo analisa a progressão da trama do filme Corpo (2007), de Rubens Rewald e Rossana Foglia, inspirado em fato político de 1990: numa vala clandestina do cemitério de Perus, foram encontradas ossadas de pessoas enterradas anos antes, sem identificação, aí incluídos ex-presos políticos. No filme, entre as ossadas enviadas ao IML, está o corpo de uma jovem, com marcas de tortura, conservado como se tivesse morrido no dia anterior. Este corpo gera tensões entre o médico-legista, que decide investigar o caso, e sua chefe O foco da análise é o conflito entre interesses pessoais e a construção de uma memória coletiva, partindo da noção de “motivo temático”, de Tomachevski, aqui centrada no motivo “o passado no presente” tal como figurado no corpo-enigma. Conclui-se que o filme problematiza a postura de quem, de uma forma ou de outra, faz de suas decisões na vida pessoal ou profissional um espelho dos subterfúgios da política de silêncio de um poder político empenhado em esconder os horrores de seu sistema repressivo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ismail Xavier, Universidade de São Paulo

Doutor em Teoria Literária e Literatura Comparada pela Universidade de São Paulo (USP) e em Cinema Studies pela New York University. Professor associado da Universidade de São Paulo. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Cinema, atuando principalmente nos seguintes temas: cinema, cinema brasileiro, cinema moderno e contemporâneo, teoria e história do cinema, cinema e teatro, cinema e pintura, cinema e fotografia, cinema e fotografia.

Referências

DOANE, M. A. “A voz no cinema: a articulação de corpo e espaço”. In: XAVIER, I. (org.). A experiência do cinema: antologia. Rio de Janeiro: Graal, 2018. p. 371-387.

MORETTI, F. O romance de formação. São Paulo: Todavia, 2020.

TOMACHEVSKI, B. “Temática”. In: TOLEDO, D. O. (org.). Teoria da Literatura: formalistas russos. Porto Alegre: Globo, 1970. p. 169-204.

Referências audiovisuais

CORPO. Rubens Rewald e Rossana Foglia, Brasil, 2007.

Publicado

2021-07-18

Como Citar

Xavier, I. (2021). O passado no presente: memória pessoal, memória coletiva, desencontros. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 48(56), 149-172. https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2021.184411

Edição

Seção

Artigos