Estética e cibercultura: arte no contexto da segregação dromocrática avançada

Autores

  • Eugênio Trivinho Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2006.65635

Palavras-chave:

Cibercultura, Neodarwinismo dromocrático, Estética, Ciberufanismo, princípio da politização.

Resumo

O ensaio contextualiza e problematiza, não sem intenção polêmica, a relação entre estética e suportes virtuais no mencionado recorte social-histórico – o dos anos 90 em diante –, priorizando os pressupostos, as contradições, os paradoxos e os horizontes tecnológicos e artísticos implicados. A partir da dissecação do modus operandi da cibercultura (articulado por um neodarwinismo dromocrático de proporções mundiais) e da crítica ao ciberufanismo estético internacional (que faz a arte participar, involuntária e indiretamente, da segregação social fundada na informatização e na interatividade), o texto provê, como contribuição ao debate, novos indicadores conceituais para apreender a redefinição que o estatuto e o papel cultural da produção artística de ponta sofreu no contexto contemporâneo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2006-12-23

Como Citar

Trivinho, E. (2006). Estética e cibercultura: arte no contexto da segregação dromocrática avançada. Significação: Revista De Cultura Audiovisual, 33(26), 99-122. https://doi.org/10.11606/issn.2316-7114.sig.2006.65635

Edição

Seção

Artigos