[1]
J. C. A. de Oliveira, “Mortu nega (1988): cinema e história na luta de independência e o pós-colonial ‘daqueles a quem a morte foi negada’”, Signif., Rev. Cult. Audiov., vol. 44, nº 47, p. 71-89, jul. 2017.