[1]
E. P. Cardoso, “Notas sobre Uma dramaturgia da violência: os filmes de João Canijo”, Signif., Rev. Cult. Audiov., vol. 47, nº 54, p. 352-364, jul. 2020.